Alimentação adequada e hidratação no verão

Alimentação adequada e hidratação no verão
Professora de Nutrição da Uniara dá dicas de como se cuidar melhor na estação mais quente do ano

11JAN2018 | 7:19 – Assessoria de imprensa da Uniara – Foto ©Uniara

Não é segredo que, no verão, os cuidados devem ser intensificados não só com a pele, mas também com a boa alimentação, o que inclui a hidratação, como explica a professora do curso de Nutrição da Universidade de Araraquara – Uniara, Rita de Cássia Garcia Pereira. “A alimentação deve ser adequada especialmente nesta época do ano, pois perde-se muito líquido corporal pela transpiração. Por isso, a prioridade deve ser a reidratação, tanto com água quanto com alimentos leves, como frutas, verduras e legumes”, afirma.

A atenção para o consumo de refrigerantes também deve ser levada em conta, “pois é uma bebida calórica que não contém nutrientes essenciais para o organismo”. “As melhores opções para o período de calor são os sucos naturais de frutas, que possuem vitaminas importantes para a regulação do corpo”, explica a docente.

Em relação aos horários de alimentação, ela aponta que dependem de cada indivíduo, segundo alguns critérios como sexo, peso, idade e tipo de atividade física que pratica, entre outros fatores. “Entretanto, horários muito espaçados fazem com que a próxima refeição seja muito volumosa, o que não é adequado. É importante que a pessoa possa ter as sensações de fome e saciedade de forma regular”, enfatiza.

Para aqueles que não sentem tanta fome em função do calor intenso, o consumo de lanches com poucas calorias, além de frutas e sucos, é uma alternativa, segundo Rita. “Já para as crianças, deve haver um cuidado especial com a hidratação, que deve ser realizada com pequenas doses de suco, água, chás ou água de coco, no decorrer do dia”, diz.

Os idosos também precisam receber muita atenção, “devido ao fato de possuírem um mecanismo fisiológico que reduz a sensação de sede, mas não diminui a necessidade de água”. “O ideal é não esperar o surgimento da sede, tomando água várias vezes por dia”, recomenda a professora.

Na praia, é necessário redobrar o cuidado com relação à procedência daquilo que será consumido. “Alimentos crus como peixes devem ser evitados, a menos que sejam consumidos em locais comprovadamente limpos e estruturados. Já alimentos que ficam expostos à temperatura ambiente não devem ser ingeridos”, alerta Rita.

Ela destaca que, de maneira geral, é importante procurar um especialista, a fim de determinar a alimentação ideal, de acordo com a necessidade de cada indivíduo. “Para quem faz atividade física ou tem alguma doença que restringe a alimentação, por exemplo, essa orientação é sempre bem-vinda. Porém, mesmo aqueles que não possuem restrições devem passar por uma avaliação”, sugere.

 

Substitutos

Rita lembra que é sempre indicado que se consuma pelo menos dois litros de água por dia. Entretanto, caso a pessoa queira alternativas para a reidratação, alguns alimentos e bebidas podem assumir esse papel, de forma parcial. “A melancia possui cerca de 90% de água em sua composição, além de vitaminas e sais minerais que auxiliam no equilíbrio do funcionamento do organismo. A água de coco também ajuda na hidratação”, explica.

Em relação a isotônicos e a sucos artificiais, alguns cuidados são importantes. “O consumo excessivo dessas bebidas pode trazer prejuízos à saúde. Enquanto os sucos não naturais são pobres em nutrientes, os isotônicos possuem sódio na composição, o que pode causar problemas de hipertensão em pessoas que não seguem uma rotina adequada de preparação antes de praticar atividades físicas, como se hidratar”, esclarece a docente, que reforça que um indivíduo sedentário não deve beber isotônico como se fosse água. “Um especialista deve ser consultado para saber se o consumo desse tipo de bebida é adequado à atividade realizada”, finaliza.

Informações sobre o curso de Nutrição da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *