CBF dá versões diferentes para explicar cartão amarelo a Lucas Lima

CBF dá versões diferentes para explicar cartão amarelo a Lucas Lima
      O jogador palmeirense teria sido punido por “cometer faltas persistentemente”

8:05 |IDNews/Folhapress/Via Notícias ao Minuto  | 2018OUT23 | Foto: © Reprodução

chefe da Comissão de Arbitragem da CBF, Coronel Marcos Marinho, reconheceu nesta segunda (22) que o árbitro André Luiz de Freitas Castro errou no preenchimento da súmula ao justificar o cartão amarelo de Lucas Lima na partida de domingo (21) entre Palmeiras e Ceará. O dirigente, no entanto, deu diferentes versões para o acontecimento.

Segundo o documento que consta no site da entidade que comanda o futebol brasileiro, o jogador palmeirense teria sido punido por “cometer faltas persistentemente”. No entanto, de acordo com as estatísticas da partida feitas pelo site Footstats, o atleta cometeu apenas uma única infração em todo o jogo.

Num primeiro momento, Coronel Marinho afirmou que Lucas Lima foi advertido por causa de uma sequência de faltas de seu time. “Existe um rodízio de faltas da equipe. Não importa se é a primeira falta do jogador. O árbitro pode mostrar o cartão por isso”, disse.

Depois, o dirigente mudou a versão. “O que ele [árbitro] quis dizer no caso do Lucas Lima é que foi uma atitude antidesportiva, por brigar com outro jogador após a falta. Ele teria xingado o outro jogador”, contou.Marinho afirmou que o árbitro reconheceu o erro no preenchimento da súmula e pretende retificar o documento. Mesmo assim, ele pode ser punido pelo STJD.

“Nós sempre pedimos cuidado para os árbitros no preenchimento da súmula. Pois o clube aparece no tribunal com vídeos para mostrar que o lance não aconteceu bem daquela forma e o árbitro é quem acaba punido por não colocar de forma correta o motivo”, concluiu.

Ao final da partida, o técnico Luiz Felipe Scolari e o diretor de futebol Alexandre Mattos afirmaram que a arbitragem de Freitas Castro foi tendenciosa. Além de Lucas Lima, Bruno Henrique e Mayke levaram o terceiro amarelo e estão de fora do confronto contra o Flamengo no próximo sábado, no Maracanã. O jogo é tido como decisivo na briga pelo título nacional. A diferença entre time palestrino, líder da competição, para o Flamengo é de quatro pontos.

“Parece que o árbitro sabia claramente do jogo do Maracanã. Sabia que o [Marcos] Rocha está machucado e deu cartão para o Mayke, que não era para dar. Deu cartão para o Bruno Henrique, que não era para dar. Deu cartão para o Lucas Lima, que não era para dar. Um atrás do outro. Ele direcionou. Então mais uma vez a gente fica pensando e cobrando, porque está muito estranho”, esbravejou Alexandre Mattos. Com informações da Folhapress.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *