Ex-Williams ‘Sempre sentirei responsabilidade pela morte de Senna’

Ex-Williams ‘Sempre sentirei responsabilidade pela morte de Senna’
Projetista da equipe em 1994 fala em autobiografia sobre acidente com o brasileiro

07NOV2017|  7:10 - F1/MEA-CULPA - Foto: © Susumu Toshiyuki/Reuters

Adrian Newey tinha 36 anos em 1994 e era um dos projetistas da equipe Williams de Formula 1. Ele foi um dos profissionais envolvidos no desenho do carro daquele ano e acredita ser um dos responsáveis pela morte de Ayrton Senna, ocorrida após forte batida na curva Tamburello, em Imola, na Itália.

 Em sua autobiografia – “Como construir um carro” – o britânico relembra o episódio: “Eu era um dos oficiais seniores em uma equipe que fez o design de um carro no qual um grande homem morreu. Eu sempre sentirei um grau de responsabilidade pela morte de Ayrton, mas não culpa”, escreveu.

Newey também menciona a coluna central da direção daquela Williams, supostamente a causadora do acidente. “Não importa se essa coluna de direção causou o acidente ou não. É impossível esquecer que o eixo era uma peça mal desenhada, que nunca deveria ser permitida em um carro”.

  • “O que eu sinto a maior culpa é sobre o fato de eu ferrar a aerodinâmica do carro. Eu estraguei a transição da suspensão ativa para o passivo e projetei um carro que era aerodinamicamente instável. Ayrton tentou fazer coisas que o carro não era capaz de fazer.”

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *