Guatemala expulsa comissão das Nações Unidas do país

| IDNews | Via Metrópoles.com/Redação  

Secretário-geral da ONU afirma que organismo continuará a trabalhar até fim de mandato determinado, em setembro

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, disse nesta segunda-feira (7/1) que a Comissão de Luta contra a Corrupção da ONU na Guatemala (Cicig) continuará trabalhando até o fim de seu mandato em setembro, apesar da decisão unilateral do governo nacional para dar fim ao organismo. A comissão teve seu fim anunciado pela chanceler guatemalteca, Sandra Jovel, após um encontro com Guterres. As informações são de O Globo.

Jovel se queixou da decisão de Guterres de manter no cargo o chefe da Cicig, o ex-juiz colombiano Iván Velásquez, “trabalhando do exterior, uma coisa inédita”, uma vez que o governo do presidente Jimmy Morales não permite sua entrada na Guatemala desde setembro do ano passado.

“Guterres sacrificou a comissão por uma pessoa, afirmou a chanceler. “Os funcionários já não são mais funcionários da comissão e terão que sair do território guatemalteco. O secretário-geral foi avisado de que, num prazo de 24 horas, o acordo estará finalizado.

Em comunicado assinado por seu porta-voz, Stephane Dujarric, Guterres rejeitou “fortemente” a decisão guatemalteca.

Obrigações legais
“As Nações Unidas têm se relacionado de maneira construtiva com o governo da Guatemala, em vários níveis, nos últimos dezesseis meses”, diz o comunicado. “O mandato da comissão acaba em 3 de setembro de 2019. Até essa data, esperamos que o governo da Guatemala cumpra integralmente com suas obrigações legais descritas no acordo”.

Guterres disse que espera que o governo guatemalteco “respeite seus compromissos internacionais para garantir a proteção do pessoal nacional e internacional da Cicig”.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *