Tentativa de furto de fios causa lentidão na linha 11 da CPTM

Tentativa de furto de fios causa lentidão na linha 11 da CPTM
Técnicos estão no local fazendo os reparos, mas não há previsão de normalização

10JAN2018|  7:556 - Transporte Público/Trem/Folhapress   - Foto:  © Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIA

Os usuários da linha 11-Coral (Luz-Estudantes) da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) enfrentam problemas na manhã desta quarta-feira (10) devido a um tentativa de furto de fios.

Segundo a companhia, criminosos cortaram um cabo de energia ao tentar furtar fios que ficam próximos aos trilhos. Com isso, os trens circulam em apenas uma via entre as estações José Bonifácio e Itaquera, zona leste de São Paulo.

Os técnicos da CPTM estão no local fazendo os reparos, mas não há previsão de normalização. Por volta das 6h30, a plataforma da estação Guaianases estava lotada de passageiros, enquanto outros formavam filas do lado de fora tentando embarcar em ônibus.

O sistema Paese (Plano de Assistência entre Empresas em Situação de Emergência) foi acionado às 6h25 para atender os passageiros entre as estações Guainases e Itaquera. Segundo a SPTrans (São Paulo Transporte), foram disponibilizados 58 ônibus.

Outras opções para os passageiro são embarcar na estação de Itaquera, da linha 3-vermelha, ou utilizar os trens da linha 12-Safira. Com informações da Folhapress.

A Coreia do Norte aceitou o convite de Seul para realizar uma reunião de alto nível no próximo dia 9 de janeiro para debater a participação de Pyongyang nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, que ocorrem entre 9 e 25 de fevereiro. Essa será a primeira reunião entre os dois governos em mais de dois anos e surge após a diminuição das ameaças de Kim Jong-un contra os vizinhos. + Ao contrário de Obama, Trump aperta cerco à maconha Na mensagem de fim de ano, o ditador norte-coreano continuou a provocar os Estados Unidos de Donald Trump, mas desejou "um sucesso verdadeiro" para as Olimpíadas sul-coreanas - ressaltando que pensava em mandar uma delegação para o outro lado da fronteira. No dia seguinte, Seul convidou os norte-coreanos para uma reunião na "cidade da trégua", Panmunjon, que fica próxima à fronteira das duas nações na chamada área de desmilitarização. Como resposta, a Coreia do Norte reativou um canal de comunicação por telefone e, após cinco conversas, de acordo com a mídia local, houve um acordo para marcar a reunião. (ANSA)

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *