Curitiba (PR) foi a metrópole com a maior variação do IPCA


A inflação superou a faixa de 10% em 10 das 16 capitais e regiões metropolitanas pesquisadas em 2021 pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Curitiba (PR) foi a metrópole com a maior variação do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo): 12,73%.

De acordo com o IBGE, que divulgou o indicador nesta terça-feira (11), o resultado da capital paranaense foi puxado pela disparada de 51,78% nos preços da gasolina. Em 2020, Curitiba havia apresentado IPCA de 3,95%.

A segunda maior inflação no ano passado foi verificada em Vitória (ES): 11,50%. Rio Branco (AC) aparece na sequência, com 11,43%.

As demais capitais e regiões metropolitanas com IPCA acima de 10% foram: Porto Alegre (10,99%), Campo Grande (10,92%), Salvador (10,78%), Fortaleza (10,63%), Recife (10,42%), Goiânia (10,31%) e Aracaju (10,14%).

Belém (PA) teve a menor inflação em 2021: 8,10%. A alta, contudo, foi maior do que em 2020 (4,63%).

São Paulo, metrópole mais populosa do país, registrou IPCA de 9,59%. No país, o indicador teve alta de 10,06% no ano passado. É a maior variação do IPCA no Brasil desde 2015 (10,67%).

INFLAÇÃO NAS CAPITAIS

Variação acumulada em 2021, em %

Curitiba (PR) 12,73
Vitória (ES) 11,5
Rio Branco (AC) 11,43
Porto Alegre (RS) 10,99
Campo Grande (MS) 10,92
Salvador (BA) 10,78
Fortaleza (CE) 10,63
Recife (PE) 10,42
Goiânia (GO) 10,31
Aracaju (SE) 10,14
São Luís (MA) 9,91
São Paulo (SP) 9,59
Belo Horizonte (MG) 9,58
Brasília (DF) 9,34
Rio de Janeiro (RJ) 8,58
Belém (PA) 8,1Fonte: IBGE

| IDNews® | Folhapress | Via NMBR |Brasil

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *