Acordos de leniência com gigantes que a Lava Jato pegou já somam R$ 8,9 bilhões

Acordos de leniência com gigantes que a Lava Jato pegou já somam R$ 8,9 bilhões

| IDNews |Metrópoles/Via Estadão Conteúdo

Antes da Braskem S.A., outras seis empresas da construção e do petróleo já admitiram ilícitos e acertaram contas com a CGU e com a AGU

IDN/Justiça/Lava Jato

O acordo de leniência firmado com a Braskem S.A. eleva para R$ 8,93 bilhões o valor total ajustado pela Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU) com gigantes da construção e do petróleo investigadas na Operação Lava Jato. O pacto com a Braskem, do setor petroquímico, assinado nesta sexta (31/05/2019), prevê que a empresa pagará R$ 2,87 bilhões até janeiro de 2025, com correção pela taxa Selic.

Outras 6 gigantes da construção e do petróleo já haviam admitido a prática de corrupção e decidido colaborar, acertando contas com a Controladoria e a AGU.

Andrade Gutierrez se comprometeu a pagar R$ 1,49 bilhão. A SBM Offshore, R$ 1,22 bilhão. A Odebrecht, R$ 2,72 bilhões. A MullenLowe e FCB Brasil, R$ 53,1 milhões, a Bilfinger, R$ 9, 8 milhões. E a UTC Participações, R$ 574 milhões.

Todas são alvo de investigações “por desvios de recursos da União e de empresas estatais federais”, segundo a CGU.

Ministro da CGU fala sobre acordo de leniência com a Braskem
Especificamente no caso da Braskem, durante as negociações, segundo a Controladoria, a empresa “colaborou com informações e provas sobre atos ilícitos cometidos por mais de 60 pessoas físicas e jurídicas, acrescentando elementos a acordos já celebrados com outras empresas”.

“O acordo contribui para a consolidação da segurança jurídica do microssistema de combate à corrupção e de defesa do patrimônio público e da probidade administrativa”, assinala a Controladoria.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *