Alvo da PF, hacker vendia vaga em concurso e cobrava em criptomoedas

Alvo da PF, hacker vendia vaga em concurso e cobrava em criptomoedas

| IDNews |Via Metrópoles|Mirelle Pinheiro

Segundo as investigações, o homem invadia o sistema de uma grande banca organizadora e garantia a aprovação dos postulantes a cargos públicos

IDN/Polícia Federal/Hacker

m hacker suspeito de invadir o sistema de uma grande empresa responsável pela elaboração de concursos é alvo de uma operação da Polícia Federal na manhã desta terça-feira (04/05/2019). De acordo com as investigações, ele cobrava valores em criptomoedas para aprovar candidatos que conseguissem chegar à segunda fase do certame. A PF não divulgou o nome da banca alvo do criminoso cibernético.

Os investigadores cumprem cinco mandados de busca e apreensão e cinco de prisão preventiva nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Ceará. Um dos suspeitos permanece foragido. A ação, batizada de Operação Singular, também apura fraude bancária eletrônica, como roubo de dados de cartões de crédito e sua posterior revenda na Deepweb, camada da internet que não é possível acessar por meio dos sites de busca.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *