Após licitação, Centro Especializado em Reabilitação poderá comprar próteses mensalmente

Após licitação, Centro Especializado em Reabilitação poderá comprar próteses mensalmente
Gerson da Farmácia conferiu atual situação do local

06OUT2017| 6:20   -  IMPRENSA CAM - Foto: Câmara Municipal de Araraquara

O vereador Gerson da Farmácia (PMDB) se reuniu, na última quarta-feira (05), com o otorrinolaringologista, Alessandro Pisani, e com Luiz Armando Garlippe, gerente do Centro Especializado em Reabilitação “Doutor Eduardo Lauand”, a fim de entender a atual realidade da instituição e oferecer apoio para angariar mais recursos junto ao governo.

O parlamentar foi informado de que há uma licitação em andamento para aquisição de próteses, no valor de R$ 180 mil mensais. “Esse processo beneficiará o nosso serviço, mas ainda precisamos de mais recursos, cerca de R$ 800 mil, para diminuir efetivamente a lista de espera”, destacou Garlippe.

Gerson da Farmácia deve buscar entendimentos com autoridades para ajudar na redução da fila. “O serviço realizado aqui é de extrema importância para a população. Farei tudo ao meu alcance para contribuir com o bom funcionamento da instituição”.

 Centro Especializado em Reabilitação “Doutor Eduardo Lauand”

 A unidade possui três setores distintos: O Centro Integrado de Saúde Auditiva (Cisa), para pessoas com problemas auditivos; o Centro de Diagnóstico e Intervenção Precoce (Cedip), voltado para o cuidado de crianças de 0 a 3 anos que precisam de tratamento médico especial; e o Serviço de Atenção em Reabilitação de Araraquara (Sara), para aqueles com necessidade de atendimento fisioterapêutico ou terapêutico para reabilitação, geralmente, motora.

A instituição atua nas áreas de próteses, órteses, cadeiras de rodas, dispensação de aparelhos auditivos, atendimento multiprofissional e conta com psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e médicos especialistas em pediatria e neurologia. As demandas são encaminhadas, principalmente, pela rede municipal. O Cisa é o único setor que, além de Araraquara, atende 24 cidades da região, pois recebe recursos do Governo Federal.

 Histórico

 São mil e seiscentos metros quadrados de construção. A obra custou R$ 3,5 milhões e mais R$ 1,5 milhão para a aquisição de equipamentos. A maior parte dos recursos é proveniente do Governo Federal.

Idealizado por Luiz Armando Garlippe, servidor de carreira da Prefeitura e atual gerente da unidade, o centro foi construído com recursos do Governo Federal e inaugurado em junho de 2016. Atualmente, três mil atendimentos são realizados mensalmente pela instituição.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *