Araraquara zera a fila por cadeiras de rodas

|  IDNews| Câmara Municipal de Araraquara  |

Anúncio foi feito durante entrega dos equipamentos no CER

Quem convive com uma deficiência que compromete a locomoção sente, no dia-a-dia, a dificuldade de vivenciar plenamente um direito fundamental: a liberdade de ir e vir. Pensando na autonomia e na dignidade dessas pessoas, foram entregues, na manhã desta sexta-feira (21), 35 novas cadeiras elétricas motorizadas, “zerando, pela primeira vez, a fila por cadeiras de rodas no Município”, afirmou o prefeito Edinho Silva (PT). O evento ocorreu no Centro Especializado em Reabilitação (CER) “Dr. Eduardo Lauand”.

Para o vereador Roger Mendes (Progressistas), os dados são animadores. “Muito bom saber que o poder público tem atendido à demanda da população.” De acordo com a Prefeitura, o total de equipamentos entregues a pessoas com deficiência saltou de 69, em 2016, para 814 em 2018, totalizando 1.167 aparelhos nos últimos dois anos, entre cadeiras, andadores, órteses e próteses.

Para 2019, a expectativa é que o tempo de espera dure apenas o necessário para a realização do processo de licitação, como explica o gerente de Reabilitação e idealizador do CER, Luiz Armando Garlippe: “Todas as cadeiras são feitas sob medida em um processo que envolve três etapas: tiragem de medidas, prova e, por fim, a entrega definitiva”. Cada cadeira motorizada custou em média R$ 7 mil, adquirida com recursos federais de custeio do Ministério da Saúde, por meio da habilitação do CER na Rede Federal de Cuidados à Pessoa com Deficiência no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

CER

As cadeiras de rodas são destinadas a pacientes acompanhados pelo CER que possuem paralisia cerebral e outras sequelas neurológicas e motoras, com prioridade para os casos mais graves. É o caso do Paulo Afonso Peres Sobrinho, de 39 anos, paraplégico há 15 anos devido a um acidente motociclístico. Na fila há três anos por uma cadeira motorizada, sua mãe agora comemora a conquista: “Estamos emocionados. Só tenho a agradecer”, disse Nilsa de Freitas Peres.

Segundo informações da Prefeitura, atualmente, o CER atende a 24 municípios da região, sendo o primeiro centro especializado de reabilitação a ser construído no País. As despesas anuais, estimadas em R$ 3 milhões, são custeadas em grande parte com recursos federais – cerca de R$ 2,4 milhões – sendo o restante assumido pelo Município.

“Fico feliz que estamos conseguindo atender quem mais precisa”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Eliana Honain. Também participaram do evento o presidente da Câmara Municipal, Jéferson Yashuda Farmacêutico (PSDB), o vereador Toninho do Mel (PT), o vice-prefeito, Damiano Neto (Progressistas), e a Deputada Estadual Márcia Lia (PT).

Confira as fotos disponíveis por 30 dias no Flickr da Câmara: https://flic.kr/s/aHsmvAbupv

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *