Athletico-PR vence Grêmio e vai à final da Copa do Brasil

Athletico-PR vence Grêmio e vai à final da Copa do Brasil

| IDNews |São Paulo | Folhapress | Via Notícias ao Minuto |Brasil|

A partida foi disputada nos pênaltis, e a equipe rubro negra venceu por 5 a 4

IDN/Esportes

Para alcançar a final da Copa do Brasil, o Athletico-PR precisava fazer o que só o Flamengo havia conseguido na temporada: vencer o Grêmio por dois gols de diferença. Conseguiu, devolveu o placar do jogo de ida e avançou na disputa por pênaltis.

A equipe atleticana frustrou, assim, qualquer expectativa de um possível Grenal na final do torneio –o Internacional disputa a outra semifinal contra o Cruzeiro.

Com a classificação, o técnico Tiago Nunes escreve mais um capítulo de sua meteórica ascensão no clube. Ele chegou ao Athletico por meio da Ferroviária.

Após alguns bons anos na base do Grêmio, assumiu o sub-20 do clube paulista em 2016. Em abril do ano seguinte, foi chamado ao sub-19 atleticano.

No começo de 2018, conduziu um alternativo elenco do Athletico rumo ao título do Campeonato Paranaense. Na metade do ano, durante a pausa para a Copa do Mundo, foi alçado ao cargo de interino na equipe principal com a demissão de Fernando Diniz.

Foi campeão da Copa Sul-Americana, primeiro título internacional do clube em sua história, e efetivado no comando. Na Copa Libertadores, caiu para o tradicional Boca Juniors nas oitavas. Agora, chega a final da Copa do Brasil, troféu que também seria inédito para o Athletico.

Na semifinal, Marco Ruben e Nikão, com um gol em cada tempo, fizeram a equipe paranaense devolver o 2 a 0 sofrido na Arena do Grêmio. Na segunda etapa, o zagueiro Kannemann foi expulso após carrinho violento em Léo Cittadini.

O Grêmio ainda teve um gol de David Braz, que entrou no lugar do companheiro expulso, bem anulado por impedimento. A igualdade levou a partida para os pênaltis.

O atacante Pepê, quinto e último nas cobranças alternadas, foi o único a desperdiçar sua cobrança, defendida pelo goleiro Santos, cria da base atleticana.

Nas quartas de final, contra o Flamengo, o time atleticano também avançou nos pênaltis, após dois empates no tempo normal.

Essa foi a nona derrota do Grêmio na temporada, a única na Copa do Brasil.

O time de Renato Gaúcho segue firme na Copa Libertadores, após eliminar o Palmeiras nas quartas de final, vencendo por 2 a 1 de virada o jogo de volta fora de casa. Na semifinal do torneio continental, o Grêmio enfrentará o Flamengo.

A eliminação também impede que os gremistas empatem com o Cruzeiro como maior vencedor da Copa do Brasil, com cinco títulos. Os mineiros podem aumentar essa vantagem, caso conquistem o título.

ATHLETICO-PR

Santos; Khellven, Robson Bambu, Lucas Halter e Márcio Azevedo; Wellington (Marcelo Cirino), Léo Cittadini (Lucho González) e Bruno Guimarães; Nikão, Rony (Vitinho) e Marco Ruben. T.: Tiago Nunes

GRÊMIO

Paulo Victor; Leonardo (Tiago Galhardo), Geromel, Kannemann e Cortez; Romulo, Matheus Henrique e Jean Pyerre (Thaciano); Pepê, Alisson e André (David Braz). T.: Renato Gaúcho

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Público e renda: 28.841 pagantes e R$ 1.370.315

Árbitro: Wagner Nascimento Magalhães (RJ)Auxiliares: Kléber Lúcio Gil (RJ) e Bruno Raphael Pires (RJ)

VAR: Braulio da Silva Machado (SC)

Cartões amarelos: Lucas Halter, Marco Ruben, Marcelo Cirino, Bruno Guimarães, Tiago Nunes (A); Romulo (G)

Cartões vermelhos: Kannemann (G)

Gols: Nikão, aos 16min do 1º tempo, e Marco Ruben, aos 4min do 2º

Disputa de pênaltis: Bruno Guimarães, Lucho González, Nikão, Marcelo Cirino e Marco Ruben converteram para o Athletico-PR; Rafael Galhardo, David Braz, Alisson e Matheus Henrique converteram para o Grêmio, mas Pepê, na última cobrança, desperdiçou.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *