Avaliação de peptídeos bioativos

Avaliação de peptídeos bioativos
Marcelo Yamashita, diretor do Instituto de Física Teórica da Unesp

8:00 |Marcelo Yamashita |2018MAR26 -    - Ag: Notícias Unesp 

As notas recentes publicadas pela Sociedade Brasileira de Física [1], Academia Brasileira de Ciências e Academia Nacional de Medicina [2] externam corretamente a preocupação da comunidade científica com a inclusão de 10 novas Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde (SUS), anunciadas pelo Ministério da Saúde no último dia 12 de março.

O SUS passa hoje por uma grave crise financeira e o aporte de R$ 17,2 bilhões de reais em 2017 [3] – mais de 4 vezes (!!) o orçamento de todo o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações – para financiar procedimentos não-científicos e baseados na fé nos parece completamente descabido.

Apesar das notas emitidas pelas sociedades científicas se referirem apenas ao absurdo da inclusão de novas práticas em 2018, o problema já persiste há bom tempo com as outras 19 práticas que já existiam dentro deste rol de pseudociências no SUS. Enquanto países como a Inglaterra [4] ou Austrália [5] banem a homeopatia do seu sistema de saúde o Brasil vai exatamente na direção contrária incluindo práticas que deveriam ficar restritas a locais de fé.

Medicina alternativa não é, definitivamente, uma alternativa à medicina. Se a medicina alternativa se mostrasse mais eficiente do que um placebo ela iria se chamar simplesmente medicina [6].

[1] http://www.sbfisica.org.br/v1/home/index.php/pt/acontece/679-um-basta-a-pseudociencia
[2] http://www.abc.org.br/IMG/pdf/documento_da_abc_e_anm_ao_ministro_da_saude.pdf
[3] http://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=27482:2018-03-13-12-02-43&catid=3
[4] https://www.england.nhs.uk/2017/07/medicine-consultation/
[5] https://www.nhmrc.gov.au/_files_nhmrc/publications/attachments/cam02a_information_paper.pdf
[6] https://saude.abril.com.br/blog/com-a-palavra/pseudociencia-na-rede-publica-de-saude-quem-paga-a-conta/

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *