‘Baile da Gaiola’: DJ Rennan da Penha tem mandado de prisão expedido

| IDNews | Via Notícias ao Minuto  | Foto: © Reprodução/Facebook

Funkeiro foi condenado a seis anos e oito meses de prisão por associação para o tráfico

Rennan da Silva Santos, de 25 anos, conhecido como DJ Rennan da Penha, tem um mandado de prisão expedido contra ele pelo Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ). Para ser considerado foragido, ele precisa ter conhecimento do mandado, datado dessa sexta-feira (29). Não se sabe se Rennan tem conhecimento da ordem de prisão.

Como explica o ‘Extra’, o mandado foi expedido duas semanas após o DJ ter sido condenado a seis anos e oito meses de prisão por associação para o tráfico.

Considerado uma referência no funk carioca, Rennan já gravou com Nego do Borel e foi um dos convidados da cantora Ludmilla no bloco Fervo da Lud. Ele é o idealizador do “Baile da Gaiola”, baile funk promovido na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, que reuniu 25 mil pessoas na edição de julho do ano passado.

Na decisão, além do funkeiro, outros dez denunciados tiveram a prisão decretada. Segundo o desembargador Antônio Carlos Nascimento Amado, Rennan atuava como “olheiro” do tráfico, além de organizar bailes e produzir músicas que enalteciam traficantes.

De acordo com a decisão, com informações de uma testemunha, a atuação de Rennan nos bailes funks seria “deliberadamente orientada ao incremento do tráfico de entorpecentes, em associação ao Comando Vermelho”.

Em nota divulgada nesta semana, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) repudiou o pedido de prisão de Renan. A entidade considera a decisão absurda, que demonstra uma tentativa de “criminalização da arte popular”.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *