Bruna Surfistinha revela como virou médium e recebeu Pombagira

Bruna Surfistinha revela como virou médium e recebeu Pombagira

Raquel contou o drama que sofre com a morte de seu pai em 2011

Em 2013, Raquel Pacheco, famosa como Bruna Surfistinha, foi batizada na Umbanda. Filha de santo e médium da Casa de São Lázaro, em São Paulo, ela diz ter deixado preconceitos de lado e ter se encontrado na religião afro-brasileira.

Em entrevista ao jornal ‘Folha de S. Paulo’, Raquel contou que foi no terreiro que teve alento quando descobriu a morte do pai em 2011, com quem não falava desde que saíra de casa, em 2002.

A escritora revelou que recebeu muito apoio dos frequentadores da cada e que ao incorporar uma entidade pela primeira vez, os guias a ajudaram. “Eu incorporei na Pombagira. E foi uma experiência deliciosa. No começo de novembro, Seu Sete [uma das entidades que Alexandre Meireles incorpora] me chamou e disse: ‘Dona Raquel, está na hora de a senhora vestir o branco, entrar na corrente e fazer o desenvolvimento da sua mediunidade.”

Raquel também contou que frequentar a Casa de São Lázaro foi um recomeço, um reencontro com ela mesma. “O terreiro é um dos poucos lugares que eu me sinto Raquel mesmo. Nas correntes, os médiuns nunca faltaram com respeito comigo. Nunca me trataram como Bruna. Sou Raquel desde o primeiro dia.”, disse ao jornal.

i_d_P&B

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *