Cachaça artesanal: a mais brasileira das bebidas

Cachaça artesanal: a mais brasileira das bebidas
Conheça alguns tipos de cachaças fabricadas no país

9:02 |SUPER BRASILEIRA | 2018MAY30 | - Foto:  © iStock

Feita a partir da cana-de-açúcar, a cachaça faz parte do cotidiano, da cultura e da história brasileira. Estrela do drink mais simbólico do país, a caipirinha, a aguardente ganha cada vez mais apreciadores em todo o mundo.

Cresce no Brasil a produção de cachaças artesanais, que passam por rigorosos processos de armazenamento ou envelhecimento, criando sabores sofisticados. Para ser chamada de envelhecida, a cachaça precisa repousar em barris de até 700 litros por no mínimo um ano.

Conheça alguns tipos de cachaças artesanais existentes no Brasil:

AMBURANA

Essa é a mais suave e adocicada das cachaças. De gole macio (sem queimação) e de baixa acidez, o sabor da Amburana é mais frutado e de especiarias. A bebida tem coloração mais amarelada e combina com doces. Pode ser utilizada para flambar.

CARVALHO

O carvalho é base para bebidas como rum, whisky e conhaque. Ele é responsável por um sabor clássico e amadeirado. A cachaça armazenada no carvalho tem notas de especiarias e uma coloração mais escura e amarelada.

AMENDOIM

Considerada por muitos a cachaça mais nobre, a Amendoim mantém a bebida mais próxima do sabor da cana de açúcar. De colora- ção mais transparente, ela é suave e tem baixa acidez.

BALSAMO

A balsamo é mais seca, adstringente e de gole duro (com queimação). Com sabor forte, ela é rústica e perfumada. De cor amarelada, ela acompanha bem as comidas gordurosas.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *