Câmara amplia a pauta da inclusão em Araraquara

Câmara amplia a pauta da inclusão em Araraquara.
Casa de Leis adequa prédios e aprova contratação de estagiário especial; TV Câmara realiza documentário sobre a APAE

A Câmara de Araraquara ampliou na atual gestão o debate e as ações de inclusão de pessoas com necessidades especiais na sociedade.

No âmbito da acessibilidade aos portadores de deficiência física, em 2015 foram realizadas adequações nos prédios do Legislativo. No Palacete “Vereador Carlos Alberto Manço” foram instalados piso podotátil, rampas de acesso no térreo, corrimãos, adequação da porta da Biblioteca “Omar de Souza e Silva – Mazinho” e abertura de uma nova porta de acesso a deficientes no terreno. Já o prédio do Anexo “Deodata Leopoldina do Amaral” recebeu novas portas, um banheiro para deficientes, rampas de acesso, corrimãos e instalação de piso podotátil. Os estacionamentos dos dois espaços também receberam adaptações.

Na última sessão ordinária do ano, realizada no dia 8 de dezembro, a Câmara avançou em outra questão inclusiva: a oportunidade no mercado de trabalho. A resolução número 426, de autoria da Mesa Diretora, acatando proposta do vereador Doutor Lapena (PP), foi aprovada pelos parlamentares. Com isso, o Legislativo está autorizado a admitir um estagiário que seja estudante da educação especial. O recrutamento e admissão do estagiário ocorrerá por meio de convênio com serviços de agentes de integração.

Outro movimento no mesmo sentido foi feito pela Escola do Legislativo. Após detectar dificuldades na comunicação com os surdos por parte dos servidores públicos, realizou entre os meses de outubro e dezembro o primeiro Curso de Libras em parceria com a Unesp de Araraquara. Foram 60 participantes – e mais 130 nomes na lista de espera. A atividade foi sucesso de frequências e de conclusão.

Fechando o ano, os setores de Comunicação e Som e Imagem da Câmara Municipal de Araraquara produziram o documentário “Flores Azuis”, mostrando o dia a dia da Associação de Pais e amigos dos Excepcionais (APAE) de Araraquara. Para a diretora Técnica e Pedagógica da APAE, Adriana Aparecida Biasiolo, o trabalho foi o mais realista produzido até hoje sobre a entidade, e foi possível através dele “sentir o amor”. “Amor da equipe da APAE, dos alunos e de todos os envolvidos na produção, pois só quem tem muito amor no coração conseguiria fazer um trabalho desses”, disse emocionada. A produção entra na grade de programação de TV Câmara em janeiro, no canal 17 digital da NET.

Novas propostas focadas na inclusão estão sendo planejadas para 2016 e devem provocar impacto importante na vida de milhares de araraquarenses portadores de algum tipo de deficiência. Vale lembrar que em 2013 houve um importante avanço nessa área, com o início da utilização da Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS) nas transmissões da TV Câmara. A iniciativa foi premiada no Congresso Nacional como “projeto de inclusão e cidadania”.

Luis A Zakaib

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *