Câmara aprova projeto de Yashuda que institui o “Maio Amarelo”

Câmara aprova projeto de Yashuda que institui o “Maio Amarelo”
     Iniciativa visa à conscientização e educação em defesa da vida e da segurança no trânsito

8: |IDNews| 2018AGO30  |Comunicação  Social da Câmara Municipal de Araraquara

A Câmara Municipal aprovou na Sessão Ordinária dessa terça-feira (28) Projeto de Lei de autoria do vereador e presidente Jéferson Yashuda Farmacêutico (PSDB) que institui e inclui no Calendário Oficial do Município o mês de maio como “Maio Amarelo”, ação que visa à conscientização e educação em defesa da vida e da segurança no trânsito. O símbolo da campanha será um laço na cor amarela.

O projeto aprovado autoriza o Poder Público a estabelecer parcerias com entidades da sociedade civil, órgãos públicos e a iniciativa privada, com o objetivo de realizar ações e movimentos de conscientização no trânsito, além de atividades educativas e preventivas visando à defesa da vida e o fomento à participação da população no trânsito seguro e saudável.

Yashuda explica que o  “Maio Amarelo” é um movimento nacional, criado com a mesma perspectiva de outros movimentos, como o “Outubro Rosa” (câncer de mama) e o “Novembro Azul” (câncer de próstata). “O objetivo é chamar a atenção da sociedade sobre os altos índices de mortes, feridos e sequelados permanentes no trânsito e mobilizar órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade para efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que o tema exige”, destaca.

O parlamentar lembra que a Assembleia-Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhões de mortes por acidentes de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas.

São três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas ou a nona maior causa de mortes no mundo. Os acidentes de trânsito são os primeiros responsáveis por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade, os segundos na faixa de 5 a 14 anos e os terceiros na faixa de 30 a 44 anos. Atualmente, esses acidentes já representam um custo de US$ 518 bilhões por ano, ou um percentual entre 1% e 3% do produto interno bruto de cada país.

O Laço Amarelo foi escolhido por sua imagem relacionada ao tema. O intuito é lembrar a sociedade de tratar os acidentes de trânsito como uma epidemia e que ações precisam ser tomadas para evitar mortes. A cor amarela tem o intuito chamar a atenção e lembrar que a responsabilidade para mudar os números de acidentes é de todos.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *