Cantor de pagode morre aos 27 anos após três paradas cardiorrespiratórias

Rony Santana era casado e deixa a mulher grávida de 5 meses. “O chá de bebê foi realizado há 9 dias”, detalhou o produtor Bruno Urso


O cantor Rony Santana, empresário e vocalista do grupo de pagode Preto de Luxo, morreu neste domingo (23) aos 27 anos após sofrer três paradas cardiorrespiratórias. A informação foi confirmada pelo grupo musical em comunicado oficial.

Bruno Urso, um dos produtores que trabalham diretamente com o grupo de pagode, confirmou em contato com a reportagem que Rony foi atendido na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Pirajá, Salvador, local em que morreu.

Ele chegou ao hospital no último sábado (22), após se sentir mal. As paradas cardiorrespiratórias aconteceram no dia seguinte.

O grupo Preto de Luxo reforça que as paradas ocorreram pelo excesso de açúcar no sangue de Rony. Segundo o comunicado, o cantor não testou positivo para a Covid-19 durante a internação.

Rony Santana era casado e deixa a mulher grávida de 5 meses. “O chá de bebê foi realizado há 9 dias”, detalhou o produtor Bruno Urso.

Segundo publicação de Jorge Guerreiro, que também trabalha com a produção comercial do grupo Preto de Luxo, o velório e o sepultamento de Rony Santana foram realizados durante a tarde de hoje no cemitério Quinta dos Lázaros, em Salvador.

| IDNews® | Folhapress | Via NMBR |Brasil

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.