Chefe da Ferrari admite erro em estratégia de Leclerc no GP de Mônaco


O chefe da Ferrari, Mattia Binotto, admitiu que a escuderia cometeu erros na estratégia de Charles Leclerc no GP de Mônaco. O piloto, que largou na pole position, terminou a prova apenas na 4ª posição no último fim de semana.

Em entrevista ao site oficial da Fórmula 1, o engenheiro suíço disse que a chuva que caiu minutos antes da largada atrapalhou completamente o trabalho da equipe italiana, que bateu cabeça com os pneus utilizados pelo monegasco.

“Primeiro, precisamos admitir que, se estamos liderando a corrida e fechamos na 4ª colocação, podemos ter feito algo errado. Então, certamente cometemos erros em nosso julgamento. Qual é o processo que nos levou a cometer erros?”, iniciou Binotto.

“Acho que o primeiro erro foi subestimar o ritmo dos [pneus] intermediários e a diferença que tínhamos para os outros carros em termos de posição na pista. Acho que ainda é algo que precisamos analisar, mas já tivemos discussões e tentamos entender. Acredite em mim: foi bastante complicado, não trata-se de algo óbvio, mas certamente cometemos um erro”, prosseguiu o engenheiro.

Binotto ainda disse que a Ferrari “deveria ter chamado” Leclerc para fazer sua 1ª parada “pelo menos uma volta antes” – o piloto acabou perdendo posições ao correr apenas três voltas com os pneus intermediários.

“Era isso ou então ter ficado de fora e simplesmente deixar ele no molhado extremo. Assim, em seguida, talvez mudássemos diretamente para os pneus de pista seca”, finalizou.

| IDNews® | Folhapress | Via NMBR |Brasil

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.