Cidade de Itápolis organiza Fórum sobre Drogas com apoio de instituições de Araraquara

Cidade de Itápolis organiza Fórum sobre Drogas com apoio de instituições de Araraquara
Em Itápolis, a realização ficou por conta do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), através da …

7:45 |A2 Comunicação |2018ABR28 

As instituições de Araraquara, MWServino, Legal é Prevenir, em parceria com a A2 Comunicação organizaram mais um Fórum de Politicas sobre Drogas. Desta vez foi na cidade de Itápolis, na tarde de quinta feira (26), no Salão Nobre da Escola Estadual “Valentim Gentil”, onde reuniu dezenas de pessoas. Cidades como Rincão e Santa Lúcia, também sairam na frente com a parceria para a realização do Fórum.

Em Itápolis, a realização ficou por conta do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, com apoio da Prefeitura Municipal de Itápolis.

No Fórum foram discutidas propostas que deverão compor um plano, com a perspectiva do município de Itápolis desenvolver. Entre as propostas, está a criação de um Conselho Municipal de Politicas sobre Drogas.

O evento foi iniciado com a apresentação de alunos do Projeto Guri e na sequência a fala das autoridades locais, entre elas, a presidente do CMDCA, Maurita Massari Porto; o vice Prefeito, Marinho Almeida; presidente da Câmara de Itápolis, Alex de Cassio Avanci; o promotor de justiça, Dr. Carlos Eduardo Imaizumi; o palestrante, professor e especialista em dependência química, Marcio Servino, entre outros. A Psicóloga Simone Ribeiro, também especialista em Drogas participou. Após a palestra do professor Servino, foram organizados grupos de discussão que discorreram em quatro eixos: Prevenção, cuidado / tratamento, Autoridade e Reinserção Social.

O vice-prefeito falou da importância da representatividade social no momento de discutir o assunto, “essa união na busca de soluções para este problema tão sério é muito importante e a Administração Municipal também está empenhada em ajudar nesse assunto, por meio do trabalho de nossas equipes”.

A presidente do CMDCA reforçou a importância do Fórum. “Em nossa cidade existem muitas pessoas engajadas e só é necessário reunir estas forças. Queremos enfrentar esse problema para solucioná-lo, por isso, realizamos o Fórum que desencadeará tantas outras ações”, disse Maurita.

“Foi um dos melhores encontros que participei sobre esse assunto no município. A contribuição de todos nesse momento com apontamentos é essencial neste trabalho. Prevenir, tratar e apoiar na recuperação é o caminho para contribuirmos com a resolução do problema”, afirmou o promotor, Dr. Imaizumi.

“Fiquei muito satisfeito com o resultado do Fórum. A participação da sociedade civil, incluindo muitos jovens, debatendo a temática das drogas sob a perspectiva dos quatro eixos só reforçou a importância do nosso trabalho, que se fortalece a cada cidade, como é o caso de Itápolis” explicou Servino. “Itápolis agora sai na frente e com o apoio da população.”

Consequências do Álcool

De acordo com pesquisa publicada em fevereiro de 2017 pelo Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e na Dependência (SICAD), no relatório sobre a situação do país em matéria de álcool, das 26.185 participações por violência doméstica registadas em 2015, 42% davam conta de consumo excessivo de álcool por parte do agressor.

Neste relatório, o SICAD apresenta mais exemplos da relação entre o consumo excessivo de álcool e a criminalidade. Por exemplo, os crimes por condução com excesso de álcool (22.873) representaram 6% de toda a criminalidade registada em 2015. Nesse ano estavam presos, por essa razão, 271 indivíduos.

Também entre os jovens internados em centros educativos em 2015, 42% disseram ter estado sob o efeito do álcool em algumas situações em que cometeram crimes que levaram ao seu internamento.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *