Cobertura usada por Lula em São Bernardo é de primo de Bumlai

Cobertura usada por Lula em São Bernardo é de primo de Bumlai, Glaucos afirma que a cobertura foi comprada por indicação do advogado Roberto Teixeira

Glaucos da Costamarques, primo do empresário José Carlos Bumlai – preso durante a operação da Lava Jato -, comprou um imóvel em São Bernardo do Campo, em 2011, que seria usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua família no prédio onde o petista mora. O apartamento adquirido por Glaucos, que vive em Campo Grande (MS), é uma cobertura e já foi alvo de busca e apreensão na 24ª fase da operação desencadeada pela Polícia Federal, após o síndico do prédio indicar que o imóvel pertencia ao ex-presidente, segundo o Estadão. Glaucos garante que Lula paga o aluguel pela cobertura 121 do edifício Hill House, localizada em frente ao apartamento de Lula, de número 122.

O apartamento é vizinho ao imóvel de propriedade de Lula e já foi alugado pelo Planalto entre 2007 e 2010. A PF investiga a suspeita de que o ex-presidente oculte patrimônios e receba vantagens de empreiteiras envolvidas em esquemas de corrupção na Petrobrás. Os investigadores também suspeitam que um sítio em Atibaia, registrado em nome dois empresários sócios de seu filho, seja na verdade de Lula, bem como um triplex no Guarujá, que está registrado pela OAS.

Em entrevista ao Estado, Glaucos afirma que a cobertura foi comprada por indicação do advogado Roberto Teixeira. “Eu sou amigo do Roberto Teixeira e ele me falou: Olha, tem um negócio bom aqui. O governo vai parar de alugar (o imóvel) e comprando você consegue uma boa porcentagem se quiser alugar”, revela. Ainda segundo a publicação, o aposentado teria desembolsado meio milhão pela cobertura e que o ex-presidente paga o valor de R$ 4,3 mil de aluguel mensal através de transferência bancária.

A cobertura ainda se encontra no nome da ex-proprietária, Elenice Silva Campos, falecida em fevereiro de 2015, que vendeu o imóvel pertencente ao marido mas não pagou o imposto de transferência do registro. Por conta do imbróglio, o caso se encontra na Justiça e o primo de Bumlai está sendo representado por Teixeira.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *