Comunicação, Trabalho, Esporte e Desenvolvimento Urbano apresentam metas da LDO

Discussões ocorreram no Plenário da Câmara Municipal, com transmissão ao vivo pelos canais da TV Câmara


As discussões da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2023 prosseguiram nesta quarta-feira (18) no Plenário da Câmara Municipal, em audiência pública presidida pelo vereador Hugo Adorno (Republicanos), presidente da Comissão Permanente de Justiça, Legislação e Redação da Casa de Leis. A LDO é votada anualmente e estabelece quais serão as metas e prioridades para o ano seguinte.

A Secretaria Municipal de Comunicação abriu os trabalhos da tarde, com a apresentação da titular da pasta, Priscila da Silva Luiz, que explicou a missão da Coordenadoria Executiva de Comunicação: prover, ampliar, assegurar e potencializar canais de comunicação do Executivo com os cidadãos. O custo estimado da secretaria para 2023 é R$ 2.946.524,99. O valor abrange manutenção das atividades, comunicação institucional/publicidade e modernização de instrumentos de comunicação/comunicação digital.

Na segunda apresentação da tarde, a secretária municipal de Desenvolvimento Urbano, Sálua Kairuz Poleto, dividiu a apresentação com o coordenador de Mobilidade Urbana, Nilson Carneiro, que apresentou as previsões da sua área. Durante a sessão de perguntas e respostas, Sálua falou sobre o projeto da secretaria de digitalizar os processos de aprovação de obras, que reduzirá o tempo total de uma média atual de 78 dias para 30 dias. O custo estimado total da pasta – que compreende as Coordenadorias Executivas de Planejamento Urbano, Edificações, Habitação e Mobilidade Urbana, além dos Fundos Municipais de Habitação e de Desenvolvimento Urbano – é de R$ 38.057.781,00.

Na sequência, o secretário municipal do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, acompanhado da gerente de Posturas, Kelli Teruel, e da gestora de Unidade de Gestão das Políticas de Turismo, Taísa Ferreira Rodrigues Lima, explanaram a estimativa de R$ 8.476.200,23 da pasta. O valor destina-se às atividades das Coordenadorias Executivas de Trabalho e Economia Criativa e Solidária, de Agricultura e da Indústria, Comércio, Tecnologia e Turismo, bem como dos Fundos Municipais do Trabalho e de Desenvolvimento Econômico.

Por fim, a secretária municipal de Esporte e Lazer, Milena Malheiros Pavanelli, acompanhada pela presidenta da Fundesport, Roseli Gustavo, detalhou o custo estimado de R$ 15.502.892,24 para as atividades das Coordenadorias Executivas de Esportes, Lazer e Alto Rendimento e de Projetos Esportivos de Inclusão Social. Para a Fundesport, o valor é R$ 4.730.000,00.

O vereador Lucas Grecco (União Brasil) participou da audiência, que pode ser vista na íntegra aqui. O público pôde expor dúvidas e fazer comentários presencialmente e também por meio das redes sociais da Câmara Municipal.

Programe-se

Confira o calendário das próximas audiências públicas da LDO, sempre às 14h. Todas as audiências são transmitidas ao vivo pelos canais da TV Câmara (canal 17 da NET, YouTube e Facebook)

20/05, sexta feira

Secretarias: Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública; Companhia Tróleibus; Controladoria do Transporte; Saúde

25/05, quarta-feira

Secretarias: Obras e Serviços; Cultura/Fundart; Câmara Municipal de Araraquara e Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae)

27/05, sexta-feira

Secretarias: Direitos Humanos e Participação Popular; Educação; Assistência e Desenvolvimento Social; Meio Ambiente e Sustentabilidade; Controladoria-Geral do Município

| IDNews® | Brasil | Assessoria de Imprensa | Câmara Municipal de Araraquara

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.