Córregos de Araraquara precisam de atenção

Córregos de Araraquara precisam de atenção

| IDNews| Assessoria de Imprensa | Câmara Municipal de Araraquara |

Na tarde desta quarta-feira (7), o vereador Roger Mendes (Progressistas) se reuniu com a secretária de Obras e Serviços, Anna Padilha, para discutir a manutenção dos córregos da cidade, em especial do Córrego do Serralhal.

IDN/Interior/Araraquara

O parlamentar fez uma visita ao local, acompanhado da diretora de Gestão Ambiental do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae), Kátia de Matteo, onde se deparam com o córrego quase que completamente assoreado.

No entorno do espaço estão localizadas diversas chácaras e quando chove desce todo tipo de sujeira, incluindo restos de animais mortos. E tudo fica parado praticamente na porta dos moradores. “Quando estive lá, a Kátia me orientou a procurar a secretaria de Obras e Serviços, pois, o que deve ser feito no local é de responsabilidade desta pasta”, salientou Mendes.

O vereador ainda relatou que foi surpreendido pela quantidade de empreendimentos imobiliários ao redor do córrego e que não tenha sido proposta nenhuma contrapartida para a manutenção do local efetivamente. “Os moradores de lá já estão tendo problemas, mas, se não tomarmos providências a situação irá piorar”.

Mendes também salientou que ações ambientais já foram realizadas na área, como em outros córregos, porém, a falta de manutenção durante os anos que se sucederam, fez com que se perdesse parte do que foi feito em boa parte deles.

A secretária explicou ao parlamentar que o lugar deve ser revitalizado, mas, que a solicitação deve chegar por meio do Daae. No entanto, a Prefeitura não tem o maquinário necessário para a ação. Disse ainda que em outro ponto do mesmo córrego já está sendo feita uma nova ponte e que a ponte de madeira que existente por lá será retirada.

Além do Córrego do Serralhal, existem aproximadamente 14 córregos na cidade. O vereador questiona se existem medidas a serem tomadas para manutenção deles a longo prazo, visto que há um Termo de Ajuste de Conduta (Tac) do Ministério Público em relação a um deles, segundo o setor ambiental.

Na ocasião foi esclarecido que os córregos Paiva, Ribeirão do Ouro, Tanquinho, Cupim, Machados e Água Branca já tiveram intervenções nesse mandato.

Mendes, entrou em contato com o Daae, para que o setor ambiental faça de forma oficial o apontamento das melhorias necessárias no Córrego Serralhal para que a Secretaria de Obras e Serviços possa analisar e tomar as medidas no local.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *