Criação do Programa Remédio em Casa visa humanização do serviço 

 

Sugestão é do vereador João Clemente


Com o objetivo de facilitar o acesso a medicamentos para idosos e pessoas com deficiência, o vereador João Clemente (PSDB) enviou a Indicação nº 3.151/2022 à Prefeitura, solicitando a  realização de estudos e análises sobre a possibilidade de criação do Programa Remédio em Casa.

O parlamentar explicou que a proposta seria encaminhar diretamente à residência das pessoas idosas, com mais de 65 anos de idade, das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, e das pessoas portadoras de doenças crônicas, usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS), os remédios de uso contínuo que lhes forem prescritos em tratamento regular.

Clemente também propôs que os interessados em obter os benefícios do Programa Remédio em Casa deverão atender as seguintes condições: residir no município de Araraquara e estar regularmente cadastrado junto à Secretaria Municipal da Saúde, a qual avaliará a necessidade do encaminhamento do remédio no domicílio do paciente.

“Vale destacar ainda que a entrega de remédios em domicílio, além de facilitar a vida do usuário da farmácia da rede pública, trará também benefícios ao próprio setor público da área de saúde, ao evitar a aglomeração de pessoas nas unidades de saúde, otimizando a dinâmica e eficiência. O atendimento da indicação também garantirá o respeito e a humanização que todos os munícipes merecem”, concluiu o vereador.

| IDNews® | Brasil | Assessoria de Imprensa | Câmara Municipal de Araraquara

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.