Crise nos PCs é a maior já registrada

Crise nos PCs é a maior já registrada
Queda na procura por PCs faz com que empresas concentrem menos esforços em inovação

04NOV2016| 12.30
Tecnologia

Desde que os primeiros PCs chegaram ao mercado, em meados dos anos 1970, o ano em que mais foram vendidos foi 2011. De lá para cá, os indicadores estão em queda e as projeções não são positivas. A estimativa da consultoria IDC é de que as vendas caiam 7,3%. Isso explica por que os investimentos das marcas em inovações nesses dispositivos caíram.

De acordo com o Estadão, além da crise na América Latina, há uma mudança de padrão de comportamento. Em outubro de 2016, pela primeira vez na história, mais sites foram visitados por dispositivos móveis como smartphones e tablets do que por PCs.

Apesar das vendas de celulares também enfrentarem uma pequena queda, são vendidos mais smartphones em um trimestre do que computadores em um ano.

A Apple, por exemplo, está investindo pouco nos seus computadores. Já o Surface Studio da Microsoft é extremamente inovador.

No entanto, embora a nova versão do sistema seja muito melhor do que as anteriores, os Macs já têm um público fiel, não tão dispostas a mudar de sistema operacional. O mesmo acontece com o Android, que oferece melhor tecnologia do que o iOS, mas tem seus usuários consolidados.

noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *