Dante (Marco Pigossi) salva Lara de armação de Orlando

Lara (Carolina Dieckmann) reconheceu o marido numa foto de jornal e foi atrás de Orlando (Eduardo Moscovis) no Rio de Janeiro, na novela ‘A Regra do Jogo’

A obsessão de Lara (Carolina Dieckmann) pelo marido vai levá-la a correr risco de morte, nos próximos capítulos da novela “A Regra do Jogo” . Orlando (Eduardo Moscovis) dopa a ex-mulher e atual amante, depois de ter dito que fugiria com ela, para dar um susto e afastá-la dele definitivamente, mas a loira consegue escapar do capanga e acaba sendo salva por Dante (Marco Pigossi), que a essa altura estará encantado pela moça.

Desde que reconheceu seu “Bira” numa foto de jornal, Lara só pensa em ter de volta o marido que abandonou-a há muitos anos. A garçonete foi até a FarmaStewart procurar Orlando e, aceita ser sua amante, mesmo sabendo que ele está noivo de Nelita (Bárbara Paz). Contudo, em breve ela vai começar a ir atrás dele na mansão e se dirá que é uma prima distante do cientista.

Segundo a colunista do jornal “O Globo”, Patrícia Kogut, tudo acontece quando Lara chega à mansão e inventa que foi assaltada. Ela diz que não tem dinheiro para pagar o hotel onde estava hospedada e imediatamente Nora (Renata Sorrah) lhe oferece um quarto de hóspedes. Interessado na loira desde que a conhece, Dante desconfia da história do assalto e a pressiona, até que ela admite a mentira e conta outra: alega que está tendo problemas com o marido violento. O policial dá à moça seu cartão para que o chame caso aconteça uma emergência.

Orlando dopa Lara e prepara armadilha, mas ela pede socorro a Dante

Decidido a afastar Lara, Orlando mente para ela: “Eu vou embora com você hoje, a gente sai depois do almoço, e eu não volto nunca mais. É só você não falar nada. Confia em mim”. Porém, quando estão na estrada, o bandido coloca um sonífero na bebida da garçonete, que começa a sentir os efeitos e se dá conta de que caiu numa armadilha. Ajudado por um comparsa, ele acomoda a loira na mala do carro e o empurra na direção de um penhasco.

O mau-caráter se justifica: “Eu te disse para você me obedecer, para você não aparecer na mansão. Eu te botei num hotel de luxo, te ofereci dinheiro. Estava tudo certo, a gente ia continuar se vendo. Mas, não, você não podia deixar barato. Tinha que botar fogo na torre, não é? Eu te amo, te amo demais, mas eu tenho que fazer isso. Você não me deu opção”. Em, seguida manda o capanga mantê-la presa até a noite, mas ordena que sua vida seja poupada, pois quer apenas lhe dar um susto.

Quando Lara retoma a consciência, aproveita uma distração do bandido e consegue fugir, mas o homem a vê e inicia uma perseguição. Na tentativa de se defender, ela o golpeia com uma barra de ferro e em seguida vê um telefone público, que usa para pedir socorro a Dante . Em pouco tempo o policial chega ao local, só que não consegue capturar o perseguidor. Os dias de Orlando, porém, estão contados. Segundo o autor da trama, ele vai morrer no centésimo capítulo.

Por Samyta Nunes

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *