Deixar de fumar sem ganhar uns quilos a mais? Faça isto!

Desta vez vai ser para valer.


Se pensa deixar de fumar, mas está relutante, saiba que não está condenado a engordar no futuro. Embora esteja provado que a ausência de nicotina aumenta o apetite, há formas eficazes de contornar a situação.

Eis as dicas da Direção-Geral de Saúde Portuguesa, compiladas pelo portal da rede de hospitais portugueses CUF, para evitar ganhar peso durante o processo:

Consulte um nutricionista

Melhor do que ninguém, este profissional de saúde poderá elaborar um plano alimentar adequado às suas necessidades.

Faça um diário alimentar

A ideia é simples: registre as refeições e horários nos cinco dias anteriores a deixar de fumar. Assim, conseguirá compará-los com os cinco dias seguintes, compreender as alturas em que tem maior vontade de comer e antecipá-las.

Atenção às dietas restritivas

Isso pode resultar numa perda de peso à custa de massa muscular.

Espere 15 minutos antes de comer

Se sentir fome sem desconforto intestinal e dores de cabeça, pode ser uma pegadinha da sua cabeça. Espere 15 minutos e, se a fome passar, saberá que era gula.

Chicletes sem açúcar ou frutos secos gordos sempre à mão

Os chicletes ajudam a aliviar tensão dos músculos do maxilar usado na inalação da fumaça do cigarro, enquanto os amendoins, amêndoas, avelãs, ou nozes poderão ser os seus melhores amigos quando sentir maior compulsão para fumar. No entanto, seja moderado.

Faça várias pequenas refeições

Esta estratégia vai te permitir manter os níveis de açúcar no sangue equilibrados.

Privilegie os lanches saudáveis

Frutas e hortaliças cruas, como palitos de cenoura, leite e derivados magros e cereais integrais devem passar a estar mais presentes na sua rotina alimentar.

Consuma proteínas e fibras durante o dia

Estes alimentos retardam o esvaziamento gástrico e ajudam à sensação de saciedade. Na prática, quer isto dizer que diminuem o apetite.

Beba líquidos

A água ajuda a libertar a nicotina, assim como os sumos de fruta sem açúcar, embora estes últimos devam ser ingeridos com moderação.

Modere o consumo de bebidas com cafeína

Café, chás verde e preto, refrigerantes, bebidas energéticas e o álcool contém substâncias excitantes que podem provocar ansiedade e levar a uma maior vontade de comer.

Pratique exercício físico

Está mais do que comprovado que a atividade física regular diminui a ansiedade.

| IDNews® |Via NMBR |Brasil|

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *