Dia Municipal do Jornalista é tema de conversa no Plenário da Câmara

Dia Municipal do Jornalista é tema de conversa no Plenário da Câmara
“A data busca homenagear esse profissional que é tão importante para a sociedade, ainda mais nesta época de fake news, momento em que o …

8:26 |Assessoria de Imprensa |2018ABR07 | 

Em comemoração ao Dia Municipal do Jornalista (7 de abril), a TV Câmara levou ao ar, na sexta-feira (6), um programa especial com profissionais da área. A lei que instituiu a data no Calendário Oficial do Município é de autoria do vereador Elias Chediek (MDB), que participou do debate, juntamente com os jovens jornalistas, Claudio Dias, Celso Gallo e Jhonatan Mazini, mediada pelo jornalista da casa, Wagner Luiz.

“A data busca homenagear esse profissional que é tão importante para a sociedade, ainda mais nesta época de fake news, momento em que o profissional que realmente apura as informações é essencial”, afirmou Chediek.

Os jornalistas contaram como se decidiram pela profissão e histórias que marcaram suas carreiras até o momento. “Comecei fazendo reportagens em jogos de futebol em uma rádio, aos 17 anos, em Ribeirão Bonito, e as coisas foram acontecendo. Depois fui procurado pelo jornalista do Correio do Oeste e por um amigo que tinha um blog, para escrever sobre os jogos que eu cobria”, contou Gallo.

A profissão também traz momentos emocionantes, como relatou Mazini. “Em 2016, fiz uma reportagem sobre uma enchente em Matão, quando entrevistei um pai que na hora do alagamento estava trabalhando, enquanto os filhos estavam em casa. Só sabia agradecer pelos meninos estarem vivos.”

Já Claudio Dias disse como está sendo passar por uma nova etapa: o jornalista que trabalhava em jornais impressos, agora trabalha também em uma emissora de rádio. “É totalmente diferente. Muitas vezes, chego pela manhã na rádio e tenho só uma linha escrita e em cima daquilo vou construindo o jornal.”

O jornalista da TV Câmara, Wagner Luiz, disse que o profissional tem que aprender a lidar com diferentes situações, entre elas problemas técnicos. Contou que “certa vez, o transmissor da rádio parou de funcionar. Só voltaria ao ar com uma peça nova, mas essa demoraria muito a chegar. A solução: o técnico colocou uma resistência de chuveiro e, por incrível que pareça, continuou funcionando por mais uns quatro anos”.

Fotos: https://flic.kr/s/aHsmhdxS5m

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *