Dicas de tempero do chef 

Dicas de tempero do chef
   Se você não tiver catchup, substitua por uma mistura da seguinte forma …

13:43|JOÃO PAULO PAPANDRE LEMOS |2018JUL17|

Temperos:

Para conservar a salsa fresca, lave, depois de seca, corte bem fininho, guarde a salsa num vidro com óleo. Ou se preferir faça o seguinte: coloque a salsa em um recipiente com tampa dentro do congelador ou freezer.

Aproveite as sobras de vinho e de cerveja para temperar a carne de panela. O vinho poderá ser usado no próprio tempero, e a cerveja despejada na panela, depois que a carne estiver dourada .

Para dar um sabor especial a frangos e carneiros, espalhe um pouco de alecrim antes de grelhar ou assar.Para aproveitar o molho de mostarda ressecada, adicione algumas gotas de azeite, um pouco de vinagre e uma pitada de sal e agite bem o recipiente.

Para dar um sabor ardido, igual ao da pimenta, a sopas e molhos, acrescente um pedacinho de gengibre. Retire na hora de servir.

Se a comida ficar muito apimentada, adicione uma colher de chá de açúcar.

Para dar mais sabor a saladas, esfregue na saladeira um dente de alho.

Se você quiser saber se a salada está temperada a gosto, experimente o tomate, pois ele pega mais tempero que as outras verduras e legumes.

Para fazer um bom tempero para saladas, dissolva o sal em um pouco de água quente e acrescente vinagre ou suco de limão e depois uma quantidade igual de azeite.

Se você não tiver catchup, substitua por uma mistura da seguinte forma 6 colheres de sopa de purê de tomate, uma colher de café de açúcar e uma colher de sopa de vinagre.

Nunca guarde tempero perto do fogão, pois eles perderão a cor e o sabor. Para que os temperos continuem sempre frescos e saudaveis, guarde os na geladeira.

Para você obter um vinagre doce como o original francês, junte ao vinagre comum uma maçã descascada cortada em pedaços e deixe num vidro bem tampado por vinte e quatro horas. Em seguida, é só coar.

O vinho azedou ¿ não jogue fora! ele pode ser aproveitado como vinagre

Sal:

O sal é ótimo para preservar a coloração das roupas e tecidos coloridos. Adicione um pouco à água da lavagem.

Para conservar o sal sempre fresquinho e seco, coloque uma bolacha salgada no fundo do recipiente em que ele é guardado. A bolacha absorverá toda a umidade do sal.

Para acabar com a umidade do sal, deixe alguns grãos de arroz secar ao sol e, em seguida, coloque no saleiro. O arroz absorverá a umidade do sal.

O sal remove a goma queimada que fica grudada no ferro de passar roupa. Coloque duas colheres de sopa de sal sobre uma folha de papel e passe o ferro por cima.

Queijo:
Para o queijo duro ficar macio novamente, coloque-o de molho em uma vasilha com leite durante algumas horas virando sempre de lado.
O pão de queijo ficará uma delícia se você acrescentar um pouco de coalhada à massa.
O queijo não endurecerá se você passar manteiga ou margarina na parte cortada.
O queijo-de-minas se conservará fresco se você guardar na geladeira dentro de um recipiente fundo com um pouco de água levemente salgada. Vire o queijo, de manhã e à noite, para que os lados fiquem úmidos.
O queijo não ficará rançoso nem embolorado se você embrulhar em um pano molhado com vinagre.
Para cortar o queijo em fatias, use uma faca sem corte. Nesse caso, ela cortará melhor que a faca afiada.
Rale sobras de queijo e use em molhos e sopas.
O queijo parmesão poderá ser aproveitado até o fim, mesmo quando estiver duro e difícil de ralar. Para isso, embrulhe o queijo num pano molhado durante quarenta e oito horas. Depois, raspe toda a sua superfície que a casca sairá facilmente.
Para dar aos pratos gratinados uma superfície mais crocante, misture um pouco de farinha de rosca ao queijo ralado.
Deixe a mozarela tirada da geladeira imersa em água por duas ou três horas. Assim, ela derreterá no forno com mais facilidade.

Peixe:

  1. O peixe assado não grudará na fôrma; nem perderá o sabor, se você forrar a assadeira com fatias de batata crua.
  2. Para que o peixe não grude no fundo da assadeira, forre-a com uma camada de cebolas picadas, aipo e cheiro-verde.
  3. Corte a cabeça do peixe só depois que ele estiver assado, senão a parte cortada ficará seca e dura.
  4. Para que o peixe asse por igual, coloque-o de barriga para baixo, aberto, na assadeira coberta com papel de alumínio. O peixe ficará douradinho dos dois lados.
  5. Ao fritar peixe, coloque um ramo de salsa no óleo da frigideira. Ele ficará mais gostoso e cheiroso.
  6. Aproveite o bagaço de limão que você usou para temperar peixe para esfregar na pia em que o peixe foi limpo e lavado. Assim, você eliminará o cheiro desagradável.
  7. O leite deixa o peixe mais macio e saboroso. Se o peixe for fresco, deixe-o de molho por alguns minutos no leite antes de temperar. Se o peixe for congelado, descongele diretamente no leite: ele ficará com sabor de peixe fresco.
  8. Para saber se um peixe está fresco, observe os seguintes detalhes: ele deve ter olhos e escamas brilhantes, guelras bem vermelhas e carne rijida, resistente à pressão dos dedos.
  9. No preparo de um peixe, quando a bolinha branca do olho aparecer,significa que ele já está assado ou cozido.
  10. Para dar um sabor especial ao peixe, deixe-o mergulhado no leite antes de fritar.

Pão:
Para assar o pão de queijo feito com polvilho azedo, coloque em forno bem quente e vá abaixando o fogo, gradativamente, depois que o pão estiver crescido, até que ele seque. Caso contrário, o pão ficará murcho e puxa-puxa.

Para a massa do pão crescer mais rápido, sove bem e coloque num saco plástico bem fechado.

A massa do pão ficará bem fofa e leve se você acrescentar uma batata cozida, fria ou morna, passada no espremedor.

Para você saber se a massa do pão está no ponto, estire a massa e corte ao meio. Se a massa tiver muitos furinhos,ela não estará no ponto. Caso contrário, ela já poderá ir ao forno.

Para assar pão, coloque junto, na parte de baixo do forno, uma vasilha refratária cheia de água. Assim, o pão ficará com uma crosta mais dura. E não convém abrir o forno nos dez primeiros minutos.

Você pode substituir um tablete de 15 g de fermento para pão por uma colher de sopa de fermento seco, granulado, especial para pão.

Para dar uma crosta bem crocante ao pão italiano, pincele com água duas vezes enquanto ele assa.

Coloque a fôrma de pão para assar sempre no meio do forno. Assim, o ar circulará livremente por todos os lados, fazendo com que o pão asse por igual.

Ovos:

Para o omelete ficar mais macio, junte aos ingredientes uma colher de sopa de leite para cada ovo.

Ao fazer omeletes, suflês e fritadas, adicione uma pitada de fermento em pó aos ovos batidos. Assim, eles renderão mais.

Para o omelete não grudar, esfregue sal no fundo da frigideira.

Para evitar que os ovos fritos grudem, aqueça bem a frigideira antes de colocar manteiga ou óleo. Se a frigideira for nova, ferva nela um pouco de vinagre antes de usar.

Adicione algumas gotas de limão e uma pitada de sal ou de açúcar,ou bicarbonato às claras batidas em neve para que fiquem mais firmes.

Para tirar o cheiro de ovo de um prato, esfregue um pouco de borra de café.

Quebre os ovos numa caneca ou em outro recipiente à parte. Assim, se eles não estiverem bons, não estragarão os outros ingredientes.

Molhos:

Para engrossar molhos, acrescente uma colher de farinha de trigo dissolvida em água fria.

O macarrão ficará mais saboroso se você acrescentar ao molho raspas de noz-moscada.

Para que o molho de tomate não fique ácido, acrescente uma colher de sopa de creme de leite ou açúcar.

Para tirar a acidez dos molhos de tomate, prepare com todos os temperos e coloque alguns pedaços de batata ou cenoura, durante a fervura.

Para dar um sabor especial ao molho branco, aqueça bem o leite com uma folha de louro e uma cebola descascada. Se você quiser, adicione um cravo-da-índia. Depois, deixe em lugar quente durante quinze minutos. Em seguida, escorra e prepare o molho branco.

Se o molho de carne estiver sem cor, acrescente duas colheres de chá de café solúvel ao molho.

Só tempere um molho com sal depois que ele já estiver preparado. Se você colocar antes, o gosto de sal se concentrará enquanto o molho cozinha.

Para retirar o excesso de gordura do molho, deixe-o no congelador durante vinte minutos. Assim, a gordura ficará congelada na superfície e sua remoção será mais fácil.

Para engrossar um molho, experimente usar batatas cozidas e passadas no espremedor.

Retire a massa de tomate da lata e guarde num potinho ou copo de vidro. Despeje um pouco de óleo por cima, para evitar que embolore. Conserve na geladeira.

Miúdos:

Corte um limão ao meio e esfregue na língua de boi. Em seguida, coloque a língua para ferver numa panela com algumas gotas de limão. Depois, é só raspar que a pele sairá facilmente.

A língua de boi não desprenderá aquele cheiro característico se você colocar uma cebola descascada para cozinhar junto.

Bata a língua de boi com força algumas vezes na pia ou na mesa. Assim, ela ficará macia na hora de aferventar.

Antes de temperar o fígado, deixe durante quinze minutos ou mais de molho em suco de laranja isso é para eliminar a acidez e não deixar o fígado ressecado. Depois, prepare em bifes, iscas ou ensopadinho.

Tempere o fígado com duas colheres de sopa de leite, para cada meio quilo, sem usar vinagre. Assim, os bifes ficarão macios e não ressecarão após serem fritos.

Para que o fígado não endureça, tempere com um tomate maduro amassado.

Ao refogar fígado, polvilhe-o com canela em pó. Assim, o refogado não soltará o cheiro forte de característico e ficará mais saboroso.

Para que o fígado não fique duro ao fritar, polvilhe antes com maisena ou farinha de trigo.

Dê várias pancadinhas com a lâmina de uma faca sobre o fígado. Assim, a pele sairá com facilidade.

Manteiga:

Para amolecer a manteiga gelada, encha uma tigela com água fervente. Depois, esvazie a tigela e vire ainda quente, sobre a manteiga. Assim, ela irá amolecer sem derreter.

Retire a manteiga da embalagem, coloque num recipiente e cubra com água. Depois, coloque uma colher de sobremesa de sal na água e leve à geladeira. Assim, a manteiga se conservará fresquinha.

Ao fazer refogados, experimente trocar a manteiga comum por esta, temperada:

100 gr de manteiga ou margarina

1\2 casca de limão ralado

2 colheres de sopa de fermento de salsinha

Misture tudo muito bem e separe em pequenos recipientes e leve ao freezer ou a geladeira para uso posterior

Ao aquecer manteiga para frituras ou refogados, evite que ela se queime adicionando à panela algumas gotas de óleo.

Coloque um pouco de manteiga ou margarina derretida na massa da panqueca. Assim, você não precisará usar óleo cada vez que colocar a massa para fritar.

Mandioca:

Coloque as mandiocas descascadas no congelador por trinta minutos. Depois, corte em pedaços e cozinhe. Assim, elas amolecerão por igual.

Se você comprou mandioca e não quer preparar no mesmo dia, descasque e coloque numa vasilha, coberta com água, dentro da geladeira. Assim ela não estragará.

Para cozinhar a mandioca mais rapidamente, não coloque sal na água. Depois de cozida, tempere a gosto.

Se a mandioca demorar muito para amolecer, troque a água quente por fria. Tampe a panela e leve ao fogo. Depois da primeira fervura, a mandioca ficará macia.

Manchas:

Você tirará facilmente manchas de gordura de tecidos e roupas aplicando, nos locais manchados, uma gema dissolvida em um pouco de água.

Para tirar manchas de banha, manteiga, cera ou graxa de tecidos, coloque a parte manchada entre dois mata-borrões e passe o ferro quente. Depois, limpe com benzina, éter, amoníaco, talco ou água quente com sabão.

Se você manchou a roupa com café, passe rapidamente sobre o local uma pedra de gelo. Depois, enxugue com uma toalha.

Você retirará com facilidade as manchas de óleo de carro e de piche passando na roupa, depois de lavada, um pouco de querosene. Depois, lave a roupa novamente.

Para tirar manchas de ferrugem de tecidos, coloque sal sobre o local manchado, pingue algumas gotas de limão, deixe secar ao sol e depois lave.

Para tirar as manchas que ficam nas meias brancas, por causa do uso, é bom fervê-las com água e algumas fatias de limão. Deixe ferver por alguns minutos. Depois, escorra, esfregue bem o local manchado com sabão e enxágüe.

Para retirar chiclete grudado em tecidos, coloque sobre ele uma folha de papel e passe o ferro bem quente. Assim, o chiclete desgrudará com facilidade.

Para remover o amarelado e as manchas de ferrugem das pias de cozinha e peças de banheiro, embeba um chumaço de algodão em água oxigenada e passe suavemente sobre as manchas, até que elas desapareçam.

Para tirar manchas de tinta de caneta de tecidos, deixe-os de molho no leite cru.

Para tirar manchas de caneta esferográfica de tecidos, umedeça o local manchado com um pano embebido em vinagre. Depois, enxugue sem esfregar.

Coloque leite fervente sobre os tecidos manchados por frutas. Assim, as manchas sairão facilmente.

Para tirar manchas de frutas de tecidos, use uma mistura de água morna, leite azedo, sumo de um limão ou vinagre branco.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *