Dieta sem glúten pode desenvolver diabetes, conclui estudo de Harvard

Dieta sem glúten pode desenvolver diabetes, conclui estudo de Harvard
Dietas sem glúten estão na moda, mas não são necessariamente saudáveis

27MAR2017| 16:13 – Bruna F. Rodrigues  - Lifestyle

Um estudo realizado pela Universidade de Harvard (EUA) alerta que pessoas sem doença celíaca (sensibilidade ao glúten) que adotam uma dieta sem glúten têm maior risco de desenvolver diabetes tipo 2. Segundo o líder da pesquisa, o pesquisador Geng Zong, o risco aumenta em 13% quando o consumo diário da substância é menor que 4 gramas.

Participaram do estudo 200 mil voluntários e durou mais de 30 anos (entre 1984 e 1990 e depois 2010 a 2013), que ingeriam menos de 12 gramas de glúten por dia. Aqueles que consumiram uma maior quantidade de glúten apresentaram menor risco de desenvolver diabetes tipo 2.

Um dos motivos para o desenvolvimento de diabetes, segundo o estudo, é que ao excluir a proteína das refeições, as pessoas pesquisadas apresentavam baixo consumo de fibras, essenciais para prevenir picos de açúcar no sangue. “Alimentos sem glúten têm frequentemente menos fibra diabética e outros micronutrientes, tornando-os menos nutritivos, mas muitas vezes mais caros”, explica Zong. “Por isso, pessoas que não são celíacas devem reconsiderar a restrição para prevenir futuramente doenças crônicas.”

A exclusão do glúten da dieta se tornou moda após algumas celebridades, como Gwyneth Paltrow e Victoria Beckham, afirmarem que não consumiam alimentos com a proteína encontrada em alimentos como trigo, centeio, cevada e aveia.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *