Dudu Camargo faz garage sale de itens que seriam penhorados pela Justiça

Dudu Camargo faz garage sale de itens que seriam penhorados pela Justiça

| IDNews |Metrópoles/Lilian Tahan e Gabriella Furquim

Quando os oficiais chegaram à residência do chef, no Lago Sul, a maior parte das obras de arte e do mobiliário já havia sido vendido. Os servidores, então, recolheram almofadas e até liquidificador

IDN/Justiça

Cumprindo um mandado de penhora de bens, oficiais de justiça estiveram na casa do chef Dudu Camargo na manhã desse sábado (01/06/2019). O objetivo era recolher obras de arte e mobiliário para quitar uma dívida de R$ 232.374,83 do empresário. No entanto, ao chegarem ao endereço, no Lago Sul, os servidores encontraram um badalado garage sale: boa parte dos itens que seriam recolhidos já tinham sido vendidos.

Para tentar cumprir a determinação judicial, os oficiais recolheram algumas gravuras, almofadas, pequenos itens de decoração e até eletrodomésticos como televisão, forno, aparelho de som e liquidificador. A soma do que pôde ser efetivamente penhorado não ultrapassou R$ 60 mil – valor bem abaixo do que se esperava encontrar no endereço.

A medida cumpriu mandado judicial, assinado pela juíza Tatiana Iykuê Assao Garcia, da 3ª Vara de Execução de Título Extrajudicial de Brasília. Na decisão, a magistrada determina que sejam penhorados, avaliados e removidos “tantos bens quantos bastem de propriedade de Eduardo Lacerda de Camargo Neto para a satisfação do crédito de R$ 232.374,83”.

Veja a sentença:

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *