Édio apura despejo de esgoto em rio de Araraquara

Édio apura despejo de esgoto em rio de Araraquara
O rompimento de uma adutora, ou sifão invertido, da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) está, realmente, causando o despejo do esgoto “in natura” no rio

8.28| 09SET2016
Édio Lopes

Após denúncias de moradores do bairro Bocaiúva sobre o mau cheiro e aparência ruim da água do rio que passa pela região, o Córrego Ribeirão das Cruzes, o vereador Édio Lopes (PT) esteve in loco no córrego, averiguando os relatos.

Após constatar uma situação preocupante, o vereador realizou reunião com servidores da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), na manhã desta quinta-feira, para averiguação dos fatos e providências cabíveis.

 “O rompimento de uma adutora, ou sifão invertido, da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) está, realmente, causando o despejo do esgoto “in natura” no rio”, disse Jorge Luís Carizia, gerente da agência da CETESB em Araraquara, o que levou a companhia a abrir um processo junto ao Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE).

Após colher amostra da água para análise, o laudo da CETESB demonstrou a presença de elementos prejudiciais ao meio ambiente, no entanto em “níveis considerados aceitáveis” de acordo com a Legislação.

No entanto, o DAAE recebeu uma advertência e necessitará realizar a manutenção da adutora. O crédito para a obra, no valor de R$ 200.000,00, foi aprovado no dia 30, pela Câmara Municipal de Araraquara, durante a Sessão Ordinária.

O caso foi encaminhado à Promotoria do Ministério Público e o vereador Édio Lopes (PT) continuará acompanhando o andamento do processo no respectivo órgão.

IDNews-Usa_Portal

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *