Falta de reconhecimento dos agentes operacionais é apontada na Câmara

Falta de reconhecimento dos agentes operacionais é apontada na Câmara

| IDNews| Brasil | Assessoria de Imprensa | Câmara Municipal de Araraquara |

Discussão aconteceu na oitava Audiência Pública sobre o PCCV

IDN/Interior/Araraquara

Na segunda-feira (9), aconteceu a oitava Audiência Pública, de nove, sobre o Projeto de Lei relativo ao Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos (PCCV), enviado pelo Executivo à Casa de Leis. Representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região (Sismar), funcionários da Prefeitura e vereadores reuniram-se para debater a situação dos servidores que atuam no Centralizado Municipal e o projeto, que trata de reformulações em suas carreiras.

As principais reinvindicações dos funcionários foram melhores condições de trabalho e reconhecimento. “Sou agente operacional – marceneiro e carpinteiro. Fazemos de tudo para a população, mas, há uma desqualificação da nossa profissão”, afirmou Marcos Magrini.

Segundo os servidores, o cargo de agente operacional é “desvalorizado”, pois, com um salário base de R$ 1.089,00, os funcionários exercem funções como pedreiro, pintor, carpinteiro e eletricista, por exemplo, mas, recebem remuneração abaixo do piso.

O presidente do Sismar, Agnaldo Aparecido Fernandes Andrade, reiterou a insatisfação dos servidores em relação ao PCCV e à ausência do Executivo durante às discussões. “Esse PCCV não representa a categoria. Nós não fomos ouvidos e a Prefeitura não participou de nenhum encontro até agora.”

Ao lado do 1º secretário, vereador Lucas Grecco (PSB), o presidente da Câmara Municipal, vereador Tenente Santana (MDB), conduziu o evento e explicou: “Reconhecemos a importância dos funcionários e do serviço que prestam à população. Faremos um relatório sobre tudo que foi discutido e encaminharemos à Prefeitura com as reivindicações.”

Também estiveram presentes os vereadores Edio Lopes (PT), Elias Chediek (MDB), Jéferson Yashuda (PSDB), José Carlos Porsani (PSDB), Rafael de Angeli (PSDB) e Zé Luiz – Zé Macaco (PPS).

A última Audiência Pública, que tratará sobre as demais categorias do quadro de servidores da Prefeitura, acontecerá na quinta-feira (12), no Plenário da Casa da Leis. Transmissão ao vivo pela TV Câmara.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *