Família de norte-americano processa Coreia do Norte por assassinato

Família de norte-americano processa Coreia do Norte por assassinato
Otto Warmbier foi preso durante uma viagem a Pyongyang em 2015

9:57 |Justiça |2018ABR27 

família do norte-americano Otto Warmbier abriu um processo nesta quinta-feira (26) contra a Coreia do Norte por “torturar e assassinar” o estudante, que ficou preso durante um ano e meio no país asiático. As informações são da agência EFE.

A ação foi apresentada em uma corte federal do Distrito de Columbia. Em documento de 22 páginas, os Warmbier acusam o regime norte-coreano de “torturar brutalmente e assassinar” o jovem após prendê-lo durante viagem a Pyongyang.

Otto foi libertado em junho do ano passado, em estado de coma, e morreu seis dias nos EUA, aos 22 anos. O estudante viajou ao país asiático no fim de 2015 com a empresa Young Pioneer Tours e, ao final da sua visita, foi detido e condenado a 15 anos de trabalhos forçados, acusado de roubar um cartaz de propaganda do hotel onde se hospedou.

“Kim e seu regime têm se apresentado como inocentes, quando destruíram intencionalmente a vida do nosso filho. Este processo é outro passo para fazer com que a Coreia do Norte preste contas por seu tratamento bárbaro a Otto e nossa família”, disse o pai do jovem, Fred Warmbier.

A Casa Branca apoia a ação judicial da família, embora não tenha contribuído comsua redação, segundo fontes anônimas citadas pelo jornal “Washington Post”.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *