Forças Armadas e polícias iniciam operação com 3.500 homens no Rio

Forças Armadas e polícias iniciam operação com 3.500 homens no Rio
A ação cercou uma das regiões mais conflagradas por uma guerra entre traficantes e milicianos, na zona oeste do Rio

7:42 |SEGURANÇA | 2018MAY19 | 

Uma operação noturna das Forças Armadas, em cooperação com as polícias Militar e Civil, deflagrada na noite dessa sexta-feira (18), cercou uma das regiões mais conflagradas por uma guerra entre traficantes e milicianos, na zona oeste do Rio. Foram deslocados para a Praça Seca quase 3.500 agentes de segurança, sendo 2.800 homens das Forças Armadas, 400 policiais militares e 240 policiais civis. A informação foi divulgada em nota pela assessoria do Comando Militar do Leste (CML), pouco antes das 23h.

“O Comando Conjunto, em apoio à Secretaria de Estado de Segurança, deflagrou, nesta noite, operação nas comunidades do Bateau Mouche, Caixa D’Água, Chacrinha, Mato Alto, Barão (José Operário), Covanca e Pendura-Saia, todas na região da Praça Seca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A ação envolve cerco, estabilização dinâmica da área e remoção de barricadas. Revistas seletivas de pessoas e veículos também são realizadas”, destacou o CML.

Segundo a nota da assessoria, a Polícia Militar bloqueia vias de acesso às comunidades e apoia as ações de estabilização dinâmica. A Polícia Civil realiza a checagem de antecedentes criminais e cumpre mandados judiciais, “condicionada às restrições constitucionais à inviolabilidade do lar”.

Ruas e avenidas da região foram interditadas, por motivos de segurança, e o espaço aéreo poderá ser controlado, se necessário, a aeronaves civis, sem interferência nos aeroportos. Segundo o CML, a operação visa a beneficiar 150 mil moradores das áreas abrangidas pela operação. Com informações da Agência Brasil.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *