Fux fala em resultados ‘extremamente palpáveis’ no combate às ‘fake news’ 

Fux fala em resultados ‘extremamente palpáveis’ no combate às ‘fake news’
   Para Fux, hoje, “falar que pode haver fake news já é um fake news” devido à atuação do TSE e da “academia da democracia”.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, afirmou na manhã desta terça-feira, 7, que a Corte Eleitoral conseguiu “resultados extremamente palpáveis” no combate às chamadas “fake news”, notícias falsas. Fux, que fica na presidência do tribunal até a próxima semana (14 de agosto), quando a ministra Rosa Weber assume a chefia do TSE, fez a fala na abertura do Seminário Academia da Democracia: Eleições 2018 – Desafios e Perspectivas, que acontece entre a terça e a quarta-feira, 8, no tribunal.

“Hoje assistimos plataformas retirando conteúdo, se comprometendo no combater às ‘fake news'”, disse Fux, destacando que o tribunal assistiu manifestações de preocupação de representantes do setor público com o combate as notícias falsas nas eleições deste ano. “Assistimos aqui em pleno início do congresso (de Fake News, em junho) uma manifestação de representantes do setor público de desalento, mas não só o Congresso como o empenho do tribunal mostrou que é preciso ter esse ímpeto e vontade no que há de melhor”, afirmou o ministro, que depois de sair do TSE se dedicará exclusivamente às atividades no Supremo Tribunal Federal (STF).

Para Fux, hoje, “falar que pode haver fake news já é um fake news” devido à atuação do TSE e da “academia da democracia”.

Em junho, antes do recesso judiciário, que durou todo o mês de julho, o TSE firmou na segunda-feira, 6, acordo com o Facebook e o Google no combate à disseminação de fake news na próxima campanha.

O tribunal também acertou um termo de parceria com a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), a Associação Nacional de Jornais (ANJ) e a Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER), que se comprometeram a trabalhar em cooperação com a Corte Eleitoral no intuito de “manter o ambiente de higidez informacional”.

No evento desta terça, Fux também destacou que na segunda-feira, 6, a Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel) firmou um termo de parceria com tribunal para combater a disseminação de notícias falsas.

As iniciativas são similares a um acordo de colaboração acertado em junho entre a Corte Eleitoral e dez partidos políticos para a manutenção de um ambiente eleitoral “imune de disseminação de notícias falsas”.

Com informações de Estadão Conteúdo e Estado de Minas

Araraquara ganha espaço diferenciado de coworking Espaço Coworking Araraquara é ideal para startups, autônomos e empresas que procuram uma infraestrutura completa para realizar suas atividades No dia 8 de agosto, a Coworking Araraquara inaugura seu primeiro empreendimento na cidade. O prédio de dois andares, com mais de 300m², possui 16 estações de trabalho (mesas individuais com armário), três salas privativas, duas salas de reunião, uma sala de treinamento, ambiente externo para descanso, cozinha completa compartilhada, recepção e banheiros. "Trouxemos para Araraquara uma infraestrutura completa para oferecer aos clientes um novo conceito de escritório compartilhado, que tem como proposta a redução de custos, o aumento de produtividade e a possibilidade de fazer networking", destaca Lênin de Matos Silva, sócio administrador da empresa. O executivo explica que a ideia de investir em um espaço de coworking na cidade surgiu da própria necessidade. "Quando eu e minha sócia decidimos que queríamos diversificar nossos clientes e depois de muita procura não encontramos um escritório que se encaixasse às nossas expectativas, idealizamos o Coworking Araraquara", conta Lênin. A perspectiva com o novo negócio é atrair startups, profissionais autônomos, pequenas, médias e grandes empresas que buscam um local adequado e tranquilo para a prática de suas atividades. Entre os principais diferenciais da empresa, estão à infraestrutura planejada para um ambiente de coworking, a flexibilidade de planos e contratos, que podem ser fechados por hora, diário ou mensal, a capacidade de atender até 75 pessoas ao mesmo tempo, além de um espaço climatizado, acessível às pessoas portadoras de necessidades especiais e um local que foi construído pensando na sustentabilidade ambiental, que utiliza, por exemplo, água de chuva nos vasos sanitários e torneiras que não requerem água potável. Todos os espaços são mobiliados com mesas, cadeiras e armários. "O objetivo é que os coworkers sintam-se confortáveis para produzir e que sua única preocupação será realmente o trabalho", diz Lênin. Telefonia, internet, contas de luz e água, IPTU, limpeza, jardinagem, manutenção predial, monitoramento e sistema de alarme são obrigações dos administradores. O mercado de coworkings De acordo com o Censo Coworking Brasil, entre 2016 e 2017, houve um aumento de 114% no número de espaços de coworking no país. Para Matos Silva, esse crescimento é um reflexo direto do fluxo cada vez maior de empresas e empresários autônomos de escritórios convencionais para ambientes de coworking ao compartilharem espaços de trabalho. O Censo 2018 está para ser lançado e o setor espera outro crescimento no mercado. Para quem quiser conhecer o Coworking Araraquara, é só se dirigir a Rua Gonçalves Dias, nº 2367, no Jardim Primavera, em horário comercial. Mais informações pelo site www.coworkingararaquara.com.br.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *