Gabriela Palombo cria grupo virtual para monitorar preços dos combustíveis

Gabriela Palombo cria grupo virtual para monitorar preços dos combustíveis  
Além de compartilhar fotos dos preços, os internautas devem dizer o nome e endereço do posto de combustível. Em São Carlos, segundo a vereadora, esse monitoramento terminou em denúncia ao Ministério Público (MP) de um suposto cartel.
17:14| 09/06/2016
Preços Combustíveis - Cartel

Quem precisa abastecer o carro ou a moto já deve ter notado que os preços da gasolina e do etanol são muito semelhantes independente do posto escolhido. No máximo, alguns poucos centavos dependendo se existe bandeira ou não. Buscando a transparência e a iniciativa popular na internet, a vereadora Gabriela Palombo (PT) criou o grupo “ Combustível em Araraquara: de olho nos preços”. A ideia é expor no facebook os valores cobrados e fiscalizando se existe, ou não, uma tabela informal praticada pelos comerciantes.

“Essa prática já deu certo em outros lugares. Em São Carlos, por exemplo, o vereador Ronaldo Lopes (PT) criou medida semelhante e identificou até uma comparação de preços”, diz Gabriela Palombo que implanta a ideia em Araraquara. “É impossível que eu e minha assessoria acompanhemos os preços de todos os postos da cidade. Por isso, peço o apoio e a ajuda da população. O grupo foi criado com o objetivo de receber fotos com informações semanais dos preços de combustíveis praticados por aqui.”

Além de compartilhar fotos dos preços, os internautas devem dizer o nome e endereço do posto de combustível. Em São Carlos, segundo a vereadora, esse monitoramento terminou em denúncia ao Ministério Público (MP) de um suposto cartel. A investigação, no entanto, não virou processo, mas resultou na redução dos preços em torno de R$ 0,50 o litro. Em Araraquara, a fiscalização virtual pode materializar um sentimento comum de valores tabelados. E, se for o caso, virar prova anexada em uma futura denúncia.

De acordo com o último levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a análise feita de 29 de maio a 4 de junho, identificou que o preço médio da venda do litro da gasolina em Araraquara é de 3,58. O mais barato estava R$ 0,20 abaixo disso e mais caro, R$ 0,33. No caso do Etanol, o valor médio é de R$ 2,17, variando R$ 0,10 para cima ou para baixo.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *