Homem não usa nome verdadeiro há 30 anos e é preso pela PF após saque fraudulento

Durante a abordagem, os agentes identificaram que o suspeito carregava diversos documentos contendo sua foto, mas com dados de outras pessoas, diz a PF


Em uma ação conjunta com o Núcleo de Inteligência da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista do Ministério do Trabalho e Previdência, agentes da Polícia Federal em Presidente Prudente, no interior paulista, prenderam nesta sexta-feira, 7, em flagrante, um homem suspeito cometer crimes de estelionato em diferentes Estados, sacando fraudulentamente benefícios do INSS.

Os investigadores o abordaram logo após ele sacar a aposentadoria de um terceiro, usando documento falso. De acordo com a corporação, o preso confessou os crimes e afirmou que há 30 anos não usa o seu nome verdadeiro.

Durante a abordagem, os agentes identificaram que o suspeito carregava diversos documentos contendo sua foto, mas com dados de outras pessoas, diz a PF. Na ocasião, o homem até tentou se passar por uma das identidades falsas que utilizava e por isso também será indiciado pelo delito de uso de documento falso.

A PF indica que pelo menos uma outra fraude perpetrada pelo mesmo homem já foi confirmada, mediante saques do benefício de aposentadoria em Brasília, no Distrito Federal.

| IDNews® | Folhapress | Via NMBR |Brasil

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.