Idoso que dizia ter 129 anos e ser filho de escravos morre em SP

Idoso que dizia ter 129 anos e ser filho de escravos morre em SP
A equipe do Guinness Book chegou a procurar o idoso para comprovar sua idade, mas os exames eram bastante dolorosos para José Aguinelo dos Santos

21DEZ2017|  9:15 - Morre idoso de 129 anos   - Foto:  © Reprodução/TV GLOBO

O Cearense José Aguinelo dos Santos, ou apenas “Seu Zé”, que alegava ter 129 anos, ser filho de escravos e ter vivido num quilombo, morreu nesta quarta-feira (21) em Bauru, São Paulo, onde morava em um lar para idosos há 44 anos. Segundo a nota divulgada pela Vila Vicentina de Bauru, ele “fez a passagem serenamente”.

Sobre a infância no interior cearense, Aguinelo dizia ter morado com os pais e mais 6 irmãos, em uma casa grande, refúgio de escravos, onde não havia camas e todos dormiam no mesmo lugar. “Ele relata que nunca foi escravo, pois nasceu poucos meses depois da Abolição, mas sua mãe era”, conta a psicóloga da casa de repouso, Mariana Canassa.

Ela diz que o idoso chegou ao abrigo em 1973, aos 85 anos, levado pelo antigo patrão, um grande fazendeiro da região. Desde criança, Aguinelo trabalhou na roça e deixou o Ceará rumo a São Paulo, em busca de trabalho. A família viveu durante um tempo, em Pedra Branca, mas mudou-se para a capital paulista.

A equipe do Guinness Book chegou a procurar o idoso para comprovar seus anos de vida, de acordo com o vice-presidente da Vila Vicentina na altura, Cesar Siqueira Campos.

“Eles queriam, para aferir a real idade dele, fazer uma raspagem no osso e fazer o exame conhecido como Carbono 14, ele afere com exatidão a idade. Outra opção era a biópsia da língua, ambos bastante dolorosos para o nosso amigo. Decidimos por não autorizar, porque o título de mais velho do mundo em nada acrescentaria para o Aguinelo”, afirmou Campos em entrevista ao portal UOL.

Ainda de acordo com a reportagem do portal UOL, o relório e sepultamento de Aguinelo não serão abertos para todos. “Manifestamos o desejo de que velório e enterro serão realizados estritamente a amigos e funcionários que com ele viveram nesses últimos anos”, diz a nota.

www.idnews.com.br

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *