Impostômetro ultrapassará marca de R$ 2 tri pela primeira vez

Impostômetro ultrapassará marca de R$ 2 tri pela primeira vez
Marca, inédita desde a adoção do cálculo, em 2005, vai ser alcançada na quarta-feira, 30, às 11 horas

Os brasileiros pagaram ao longo de 2015 um total de R$ 2 trilhões em impostos, taxas e contribuições, estima o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). A marca, inédita desde a adoção do cálculo, em 2005, vai ser alcançada na quarta-feira, 30, às 11 horas.

De acordo com a estimativa, mesmo com a crise econômica, a arrecadação do ano de 2015 (pouco mais de R$ 2 trilhões) representa um crescimento nominal de 2,8% ante o R$ 1,95 trilhão arrecadado em 2014.

Os tributos federais representam 65,95% dos R$ 2 trilhões arrecadados. Os tributos estaduais, por sua vez, equivalem a 28,47%. Já os municipais são 5,58% do volume.

Para o presidente da ACSP, Alencar Burti, o volume arrecadado deveria ser mais bem aplicado pelos governos. “É imprescindível uma reforma tributária no Brasil, que só poderá ser feita se houver solução satisfatória para a crise política, na urgência que o País requer”, afirmou, em nota.

Localizado na sede da ACSP, no centro da capital paulista, o Impostômetro tem por objetivo “conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária”, incentivando-o a “cobrar os governos por serviços públicos de qualidade”.

Estadão Conteúdo

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *