Item de projeto de lei cria polêmica entre os vereadores

Item de projeto de lei cria polêmica entre os vereadores
“Queremos saber exatamente o que conterá nesse kit, sabemos que o distribuído pelo Ministério da Saúde é composto por…

8:51 |Assessoria de Imprensa | 2018MAY31  | Foto: © Câmara Municipal de Araraquara

O projeto de Lei n° 108/2018, que institui o Plano Municipal Sobre Políticas de Drogas, tem causado polêmica entre os vereadores com um dos itens presentes no documento. Para discutir o objeto, parlamentares se reuniram com integrantes do Conselho Municipal sobre Drogas (Comad), e conselheiros do segmento, na tarde da segunda-feira (28).

O item 22 diz que deverá ser realizada a entrega e conscientizar sobre o uso do kit redução de danos para pessoas em situação de uso abusivo de substâncias psicoativas. O questionamento dos vereadores é quanto aos itens que compõem esse kit, e se isso não seria um incentivo para que essas pessoas continuem usando drogas.

“Queremos saber exatamente o que conterá nesse kit, sabemos que o distribuído pelo Ministério da Saúde é composto por preservativo, seringa, agulha descartável, lenço com álcool, recipiente e água destilada. Certos objetos incentivam ainda mais o uso de drogas”, ressaltou o vereador Elias Chediek (MDB).

Para o Comad, e para a gerente de Saúde Mental, Gislaine Oliveira Martins, é uma questão de saúde pública, uma forma de evitar que os usuários se contaminem a partir de objetos utilizados por pessoas que possuem qualquer doença transmissível, em especial Aids e hepatite.

Os vereadores aguardam a especificação dos objetos para que o projeto de lei possa ser votado na Câmara Municipal.

Estiveram presentes o presidente da Casa de Leis, Jéferson Yashuda Farmacêutico (PSDB); os vereadores Elias Chediek (MDB), Rafael de Angeli (PSDB), Roger Mendes (Progressistas), Paulo Landim (PT), Thainara Faria (PT), Toninho do Mel (PT), Magal Verri (MDB), Zé Luiz – Zé Macaco (PPS) e Edson Hel (PPS); o presidente e o vice-presidente do Comad, Ari Silva Simões Braga e Matheus Caracho Nunes; o coordenador de Participação Popular, Alcindo Sabino; e o professor do curso de Farmácia da Unesp, Marcelo Tadeu Marin.

Confira mais fotos no Flickr da Câmara: https://flic.kr/s/aHskBYCD1Y

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *