Mantega e Palocci constam em lista de propinas, revela Odebrecht

Mantega e Palocci constam em lista de propinas, revela Odebrecht 
Ambos foram ministros da Fazenda nos governos de Lula e Dilma, respectivamente
9:09| 05/06/2016
Delação

A Polícia Federal descobriu uma mina de provas no departamento da Odebrecht especializado em pagar propinas, materializadas em planilhas com valores, e alguns enigmas, já que os agraciados com suborno eram tratados por codinomes.

Entre esses enigmas, um dos codinomes utilizados nas planilhas era “italiano”, interpretado pela PF como sendo o ex-ministro Antonio Palocci, mas quem seria “Pós-Itália”, citado também em anotações de Marcelo Odebrecht?

Segundo informações da Folha de S.Paulo, executivos da Odebrecht vão afirmar em acordo de delação que “Pós-Itália” é o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega.

Ambos foram ministros da Fazenda nos governos de Lula e Dilma, respectivamente. Com Dilma, Palocci chegou a ocupar o segundo posto do governo, ao chefiar a Casa Civil.

De acordo com a publicação, em um dos e-mails o codinome “Italiano” aparece associado aos valor de R$ 6 milhões, enquanto o “Pós-Itália” teria recebido R$ 50 milhões para repassar ao PT.

No documento, intitulado “Posição Programa Especial Italiano”, haveria a indicação de repasses pagos ao partido entre 2008 e 2012, de acordo com interpretação da PF e dos procuradores. Em 31 de junho de 2012, os pagamentos supostamente ilícitos somavam R$ 200 milhões.

Até então, a PF não sabia quem era “Pós-Itália”.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *