Marisa Letícia passa por segunda tomografia

Marisa Letícia passa por segunda tomografia
Exame atestará se houve melhora na infecção instalada no cérebro da mulher do ex-presidente Lula

 27JAN2017| 15:46
 Dr. Roberto Kalil Filho

Setenta e duas horas após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), a ex-primeira-dama Marisa Letícia passará por uma segunda tomografia nesta sexta-feira (27). O exame atestará se houve melhora na infecção instalada no cérebro da mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde a sua internação, na última terça-feira (23), no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

De acordo com o último boletim médico, Marisa Letícia permanece internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A estratégia dos médicos é caso a infecção tenha regredido, começar a retirada do sedativo que mantém a ex-primeira em coma induzido.

Médico responsável pelo tratamento de Marisa Letícia, o Dr. Roberto Kalil Filho explicou ao G1 que este terceiro dia é importante, por ser um marco da volta da atividade cerebral ao pico após um trauma como o AVC.

Primeira tomografia O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) vai investigar o vazamento de uma tomografia feita pela ex-primeira-dama Marisa Letícia. As informações são da coluna de Mônica Bérgamo, na Folha de S. Paulo.

“A apuração pode apontar se a divulgação de dados clínicos teve a participação de médicos ou se era do conhecimento da diretoria técnica ou clínica da instituição”, lê-se em um comunicado emitido pelo Cremesp. Segundo o que consta no Código de Ética Médica, profissionais da área da saúde estão proibidos de liberar prontuários a terceiros – isso inclui exames feitos pelos pacientes.

A instituição ainda lamenta o ocorrido e diz que o procedimento para pacientes famosos é que as novidades a respeito da saúde dos mesmos sejam divulgadas através de boletins médicos, que são autorizados por um responsável ou pelo próprio doente.

Marisa Letícia está internada desde terça-feira (24), quando sofreu um AVC (acidente vascular cerebral). As imagens da tomografia foram divulgadas primeiro pelo jornalista Claudio Tognolli. O profissional alegou que conseguiu ter acesso ao exame através de uma fonte “militante do PT e muito ligada ao partido”.

Através de uma nota, o Hospital Sírio-Libanês, onde Marisa está internada, disse que “zela pela privacidade de seus pacientes e repudia a quebra de sigilo médico por qualquer profissional de saúde”. Ainda de acordo com o texto da nota, o hospital se defende dizendo que o jornalista “deixa claro que sua fonte não foi o Hospital Sírio-Libanês ou qualquer um de seus profissionais. Ele também informa que a imagem mostrada não é de um exame realizado dentro da nossa instituição”.

A ex-primeira dama foi atendida no Hospital Assunção, em São Bernardo do Campo, antes de ir para o Sírio-Libanês. A instituição afirma que, “tão logo tomou conhecimento do evento, imediatamente instaurou sindicância interna para apuração dos fatos, tendo suspendido e afastado os envolvidos na investigação até a sua conclusão”.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *