Medicação segura é tema abordado no IV Simpósio de Segurança do Paciente, sediado na Uniara

Medicação segura é tema abordado no IV Simpósio de Segurança do Paciente, sediado na Uniara

| IDNews | Assessoria de Imprensa Uniara |

Evento foi realizado nos dias 11 e 12, nas unidades I e II da universidade

IDN/Interior/Araraquara

O “IV Simpósio de Segurança do Paciente”, promovido pelo curso de Enfermagem da Universidade de Araraquara – Uniara, em parceria com o Núcleo São Carlos de Enfermagem e Segurança do Paciente, ligado ao Polo São Paulo da Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente – REBRAENSP, contou com palestras, oficinas e uma mesa-redonda relacionadas ao tema “Medicação Segura”. O evento foi realizado na terça e na quarta-feira, dias 11 e 12 de junho, nas unidades I e II da Uniara.

Uma das organizadoras do encontro, Aline Natalia Domingues, comenta que, em 2017, a Organização Mundial da Saúde – OMS colocou que todos os profissionais de saúde devem se empenhar para reduzirem os danos aos pacientes. “Então, os palestrantes selecionados são pesquisadores das áreas em que trabalham e têm o foco na qualidade e na segurança do paciente”, destaca.

A professora da graduação, Ângela Aparecida Costa, acrescenta que o Simpósio “objetivou atualizar os alunos em relação ao tema, que é fundamental para a qualidade do trabalho de enfermagem”. “Deve-se lembrar que estamos em uma universidade, que tem como uma das funções agregar atualizações do conhecimento para os alunos para que possam ter uma formação mais adequada e aprimorada em relação às necessidades de saúde dos pacientes”, ressalta.

Nos períodos da manhã e da tarde do dia 11, foram realizadas as oficinas “Segurança do Paciente na Administração de Imunobiológicos”, ministrada por Ângela, e “Segurança do Paciente no Processo de Administração de Medicamentos: Estudos de Casos”, explanada pela professora Carmen Silva Gabriel.

À noite, após a apresentação do Conjunto Instrumental Feminino Uniara, teve início a palestra “Panorama Mundial da Medicação Segura: Avanços e Desafios (MAGNA)”, ministrada pela professora Silvia Helena Zem-Mascarenhas. “Acredito que seja um tema relevante, pois em 2017, a OMS lançou como terceiro desafio global para a segurança do paciente a medicação sem danos. É um assunto que vem sendo bastante discutido em congressos e meios que debatem a segurança do paciente”, aponta a convidada.

Ela comenta que é muito importante ter essa discussão em um ambiente acadêmico. “Na formação do enfermeiro, de profissionais da saúde e de outras áreas que também agregam o trabalho dentro de uma instituição da saúde – engenheiro clínico, psicólogo e outras profissões envolvidas -, é preciso saber, principalmente, das questões que envolvem a segurança do paciente, para que ele não sofra danos durante a assistência à saúde, tanto no ambiente hospitalar quanto no domiciliar ou de atenção primária. A OMS tem um guia de orientação curricular para os cursos da saúde. Há uma série de orientações para que realizem essa abordagem durante a formação do profissional”, explica.

A preocupação em relação ao uso adequado dos medicamentos deve ser grande, segundo a docente. “A população, de modo geral, precisa participar de maneira ativa e conhecer aquela medicação que está tomando – como, em qual horário, qual é, seu efeito etc – e tudo o que envolve isso. Se houver alguma reação, por exemplo, é preciso procurar o serviço de saúde. Temos vários cuidados voltados para o paciente, e nessas cartilhas disponibilizadas pela OMS consta o que ele deve perguntar, sem sair com dúvida”, detalha.

Em seguida, a professora Maria Isabel Sampaio Carmagnani ministrou a palestra “Importância da Comunicação no Processo de Medicação Segura”.

No dia 12, foram ministradas as oficinas “Gerenciamento de Resíduos de Medicamentos”, com a docente Angela Maria Magosso Takayanagui, pela manhã, e “Farmacovigilância e Segurança do Paciente”, com a professora Patrícia Mastroianni, à tarde. No período noturno, foram realizadas a mesa-redonda “Implicações Ético-legais na Administração de Medicamentos”, e as palestras “Inovações na Administração Segura de Medicamentos”, com a professora Simone de Godoy Costa, e “Aspectos Éticos na Administração de Medicamentos”, com a docente Marcela Amendros. Ao final do Simpósio, foram realizados debates e discussões sobre os conteúdos ministrados.

Além de Aline, fizeram parte da comissão organizadora do “IV Simpósio de Segurança do Paciente” as professoras Adriana Aparecida Mendes, Amanda dos Santos Oliveira, Beatriz Maria Jorge, Nayara Frais de Andrade Rieth e Renata Olzon Dionysio de Souza.

Informações sobre o curso de Enfermagem da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *