Médico lamenta falta de avanço na pesquisa da pílula anticâncer

Autor de um estudo no tema, ele defende seu uso e diz   não entender por que até agora hospitais e laboratórios não se interessaram em avançar nas pesquisas

O médico cancerologista Renato Meneguelo, que participou do desenvolvimento da fosfoetanolamina sintética, disse que a cápsula contra o câncer não é para ganhar dinheiro. Autor de um estudo que mostraria a eficácia da substância contra alguns tipos de tumores, o médico defende seu uso e diz não entender por que até agora hospitais e laboratórios não se interessaram em avançar nas pesquisas.

Meneguelo faz parte do grupo de pesquisadores que detém a patente da substância. Ele trabalhou com o químico Gilberto Orivaldo Chierice, pesquisador da Universidade de São Paulo (USP), no Instituto de Química de São Carlos. Meneguelo lamentou as críticas de colegas e as restrições ao uso da substância. Ele se mudou de São Paulo para o Ceará e atende seus pacientes com roupa escura, dizendo-se de luto. Com informações do Estadão Conteúdo.

Lifestyle

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *