Menina de 12 anos vítima de estupro coletivo é ouvida pela polícia

Menina de 12 anos vítima de estupro coletivo é ouvida pela polícia
A Polícia Civil está estudando medida protetiva à criança e sua família. Quatro agressores que aparecem no vídeo do estupro foram identificados por seus apelidos

08MAI2017| 14h41 - Estupro

A adolescente de 12 anos vítima de estupro coletivo, na Baixada Fluminense foi levada para o Centro de Atendimento ao Adolescente e à Criança (Caac), no Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio. A garota passará por tratamento profilático contra doenças sexualmente transmissíveis e passará por exame de corpo de delito.

A menina será ouvida no próprio hospital, e não na delegacia, por policial capacitado para entrevistas com crianças e adolescentes vítimas de violência. O depoimento é gravado, para que ela não tenha que repetir a história para policiais, promotor e juiz.

A Polícia Civil está estudando medida protetiva à criança e sua família. Quatro agressores que aparecem no vídeo do estupro foram identificados por seus apelidos.

A Delegacia da Criança e do Adolescente Vítimas (DCAV) pediu ao Facebook o “congelamento” dos dois grupos fechados que compartilharam o vídeo do estupro. A medida permite à polícia preservar as mensagens trocadas na rede social – mesmo que os perfis sejam apagados.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *