Morales ameaça tirar embaixador se impeachment for aprovado

Morales ameaça tirar embaixador se impeachment for aprovado
Senado Federal vota nesta quarta-feira o processo contra Dilma

11.16| 31/08/2016
América Latina

O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou que pretende retirar o embaixador no Brasil, José Kinn, se o impeachment da petista Dilma Rousseff for aprovado nesta quarta-feira (31).

Morales disse que “se prospera um golpe parlamentar contra o governo democrático de Dilma” e que a Bolívia “defende a paz e a democracia”. “O processo injusto pretende conter a rebelião do seu povo e expulsar os pobres, negros e mulheres do poder”, disse o boliviano, que chama Dilma de “irmã”.

Morales também afirmou que o único juiz que pode sancionar um presidente é seu povo. “Antes, os golpes de Estado eram executados por militares pró-imperiais. Hoje, os golpes de Estado são congressionais, judiciais ou midiáticos”, criticou. Morales, dirigente da esquerda latino-americana, era próximo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e foi eleito em 2006. (ANSA)

NotíciasaoMinuto

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *