MP investiga clubes que exigem uniforme branco de babás

MP investiga clubes que exigem uniforme branco de babás   
O caso começou há um ano quando uma das sócias do Esporte Clube Pinheiros acionou o MInistério Público depois de saber que a entrada das babás de suas filhas foi vetada no clube
16:04| 24/06/2016
Esporte Clube Pinheiros

Depois de quase seis meses parado, o Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo, decidiu reabrir nesta semana a investigação sobre a legalidade da exigência do uso da roupa branca pelas babás, feita pelos clubes de elite paulistanos.

Segundo o Último Segundo, o caso estava sendo investigado, mas foi “trancado” após dois clubes entrarem com recurso e terem seus pedidos acatados pelo Conselho do Ministério Público em dezembro, quando o órgão era formado por outros promotores.

“O Conselho autorizou a promotora a investigar todas as denúncias”, afirmou o promotor Vidal Serrano, um dos membros do colegiado, em referência à promotora Beatriz Helena Budin Fonseca, responsável por abrir o inquérito civil contra os clubes. “Entendemos que os clubes devem ser investigados de maneira separada e não em um único processo. Foi isso que recomendamos à promotora, já que cada clube tem normas diferentes”, afirmou.

O caso começou há um ano, quando Roberta Loria, uma das sócias do Esporte Clube Pinheiros, acionou o Ministério Público depois de saber que a entrada das babás de suas filhas foi vetada no local por elas não estarem de uniforme branco. Roberta definiu a exigência como um caso de “discriminação revoltante”.

Roberta demonstrou estar satisfeita com a retomada das investigações, visto que o clube segue com a exigência. “O caso se arrasta há um ano. É claro que eu esperava entraves desde o começo, mas é frustrante. O modo como a investigação está sendo tratada, essa demora, tudo isso só mostra como o preconceito está enraizado na sociedade paulistana e como o uniforme branco é só a ponta desse iceberg”, opinou.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *