Na busca pela Casa Civil, Lula sofre quatro derrotas no STF

Na busca pela Casa Civil, Lula sofre quatro derrotas no STF, pelo menos 20 ações sobre o caso chegaram à mais alta Corte do país, divididas entre seis ministros

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a Advocacia-Geral da União (AGU) estão tendo problemas no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar garantir a posse do líder petista como ministro da Casa Civil, nomeação que lhe daria o foro privilegiado.

Segundo informações da Zero Hora, até agora, pelo menos 20 ações sobre o caso chegaram à mais alta Corte do país, divididas entre seis ministros. O principal contratempo sofrido pelo governo se deu na liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes, em mandados de segurança do PPS e PSDB, que impediu a posse de Lula e manteve a competência das investigações sobre o ex-presidente com a Justiça Federal do Paraná. O recurso deve ser avaliado em plenário.

Lula já sofreu três derrotas ao buscar a derrubada da liminar. Em um habeas corpus feito pela defesa de Lula para derrubar a decisão de Gilmar, Luiz Edson Fachin se declarou impedido e o caso foi redistribuído para Rosa Weber, que negou o pedido. Luiz Fux extinguiu um mandado de segurança, da Advocacia-Geral da União (AGU), que também tentava reverter a liminar.

O ministro Marco Aurélio Mello deu uma vitória ao governo, negando uma ação cautelar, na qual um advogado tentava evitar a nomeação de Lula. Ele entendeu que a ação cautelar era via processual inadequada para o caso.

Já Teori Zavascki tem duas Arguições de Descumprimento de Preceito Fundamental em sua responsabilidade, feitas pelo PSB e PSDB, que questionam a nomeação de Lula. O magistrado pediu informações e as manifestações do governo e da Procuradoria-Geral da República (PGR). Não há previsão para decisão do ministro.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *