O poder não é nosso, o poder é do povo, afirma Temer

O poder não é nosso, o poder é do povo, afirma Temer, no Twitter, Temer afirmou: “nós do Executivo, Legislativo e Judiciário somos apenas exercentes do poder

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) utilizou o seu perfil no Twitter para se defender de acusações de que estaria interferindo em processos judiciais.

Na tarde desta quinta-feira (31), o peemedebista escreveu que ajudou a estruturar o Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Federal. Além disso, o vice também afirmou que “no país, casa um cumpre a sua função”.

Temer também se defendeu dizendo que não negocia cargos e que está muito atento à institucionalidade.

Leia as postagens de Temer no Twitter:

“Eu fui deputado constituinte, foi meu primeiro mandato. Trabalhei na comissão do poder Judiciário, Ministério Público e Polícia Federal.

Ajudei a estruturar essas instituições. Tenho também formação jurídica, no particular, voltada para o Direito Constitucional.

Dizer que eu poderia interferir em processo judicial, levado adiante em função da posição do Ministério Público: isso jamais eu faria.

No país, cada um cumpre a sua função. Tenho salientado que nós do Executivo, Legislativo e Judiciário somos apenas exercentes do poder.

O poder não é nosso, o poder é do povo.

Então, registro com muita ênfase que sou muito atento à institucionalidade e, portanto, jamais haveria de influenciar outro poder.

Outro registro que quero fazer é que eu já estaria negociando cargos, recebendo parlamentares e partidos para fazer negociação de cargos.

Sou muito procurado mas não trato desse assunto. Não trato sequer do assunto do que possa ou não possa acontecer”.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *